Abrir menu principal
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações (desde dezembro de 2008). Ajude a melhorar este artigo inserindo fontes.

A Lei da Propriedade Rural (em inglês, Homestead Act) foi uma lei federal americana criada pelo presidente Abraham Lincoln no dia 20 de maio de 1862.

Para atrair imigrantes, o governo federal dos EUA decretou, em 1862 o Homestead Act, que definia a posse de uma propriedade com 160 hectares a quem a cultivasse por cinco anos. Essa lei fez aumentar muito o fluxo de imigrantes europeus para os EUA. Na época, a Europa passava por guerras de unificação (alemã, italiana, etc...) e muitos habitantes sofriam de fome, medo e pobreza. Visto que esses eram fatores repulsivos, os Estados Unidos criaram a "Homestead Act" e divulgaram pela Europa com simples panfletos, que tinham caráter atrativo e mostravam o preço banal das terras (cerca de 4 dólares por 160 hectares). Este se tornou então um fator atrativo para os imigrantes europeus tentarem começar uma vida nos EUA.

A conquista do oeste - teve início com a compra da Louisiana em 1804 e terminou com a compra do Alasca em 1867 - coincidiu com o período de industrialização dos E.U.A.

Esta lei contribuiu decisivamente para o sonho americano e até o século XX cerca de 600 mil fazendeiros haviam colonizado 80 milhões de acres de terras.

Ligações externasEditar