Hospital Santa Izabel

hospital em Salvador, Brasil
Disambig grey.svg Nota: Para outros hospitais com este nome, veja Hospital Santa Isabel.

Hospital Santa Izabel[nota 1] é uma antiga casa de saúde brasileira, católica, e sem fins lucrativos, da cidade de Salvador, capital do estado da Bahia, pertencente à Santa Casa de Misericórdia.

Hospital Santa Izabel
Fachada em reforma em 2012.
Localização Salvador,  Brasil
Fundação 1893 (128 anos)
Sistema de saúde SUS
Financiamento Santa Casa de Misericórdia da Bahia
Tipo Privado, filantrópico
Universidade afiliada Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública
Rede hospitalar Público
Site www.hospitalsantaizabel.org.br
editar

Localiza-se no bairro de Nazaré, à Praça Conselheiro Almeida Couto.[1]

HistóricoEditar

Sua origem remonta ao antigo Hospital de Caridade da Santa Casa da Misericórdia, fundado junto com a cidade de Salvador em 1549 e que funcionava à rua da Misericórdia, onde está o Museu da Santa Casa. Em 1814 já se discutia a necessidade de aumentar as instalações, porém foi somente após a Guerra da Independência que a Irmandade adquiriu uma nova propriedade, as terras que pertenciam à Antônio Alves de Carvalho.[2]

Com a aquisição realizada em maio de 1828, a pedra fundamental foi lançada em treze de julho do mesmo ano, porém as obras foram interrompidas no ano seguinte. De acordo com Manuel Querino em seu livro "As Artes na Bahia" de 1909, a planta foi elaborada pelo arquiteto holandês Pedro Weyll em 1830. Em 1832, a entidade passa a utilizar as instalações do Hospital Militar que funcionava no Colégio dos Jesuítas e foi extinto pelo Imperador. Em 1837 as obras tiveram sua primeira retomada acompanhadas por Pedro Weyll, porém com o seu falecimento em 1839, o projeto foi paralisado novamente. Em 1884, com Conde Pereira Marinho como provedor da Santa Casa de Misericórdia, o trabalho é retomado com o arquiteto Carlos Croesy como superintendente das obras. O hospital foi inaugurado em trinta de outubro de 1893 substituindo o Hospital da Caridade da Santa Casa de Misericórdia da Bahia. À época, era o maior hospital do Brasil com trezentos leitos.[1][2][3][4][5][6]

Em 1915 realizou a primeira transfusão de sangue na Bahia. No final da década de 1920 trabalhou ali, como lavador de frascos da farmácia do hospital, o compositor Assis Valente.[7]

Em 1936 foi realizada em suas dependências a primeira reunião da Liga Bahiana Contra o Câncer, que posteriormente fundaria o Hospital Aristides Maltez.

Em 11 de abril de 2016 seu Ambulatório Silva Lima, que atende pacientes da rede pública, após reforma e ampliação, foi reinaugurado.[8]

A memória da entidade está preservada no Museu da Misericórdia de Salvador, situado à Praça da Sé.[9]

Em 2019 conquistou o selo internacional de Hospital Digital, concedido pela Healthcare Information and Management Systems Society (HIMSS).[10]

ArquiteturaEditar

 
Gruta N. S. de Lourdes diante da capela, em 1908

A construção em estilo neoclássico possui 281 metros de comprimento por 196 de largura. À sua entrada está o monumento em homenagem ao Conde Pereira Marinho, realizada pelo escultor Antônio Rola de Simad em Gênova. Em sua fachada principal possui duas escadarias laterais em mármore de Lisboa. Obras complementares à edificação original foram realizadas no ano de 1910, segundo relatórios da Santa Casa, já com Teodósio Teixeira Gomes como provedor, onde constam gastos com construções para o hospital.[1][2][11]

A capela do hospital está localizada na área central da edificação principal, no segundo pavimento, e foi restaurada em 2010, mantendo suas características originais. Traz em sua frente uma gruta de Nossa Senhora de Lourdes, com esculturas do século XVIII e XIX, ainda existente (embora a torre com relógio, ao fundo desta - vide imagem - não mais exista).[2][3][11]

Ver tambémEditar

BibliografiaEditar

  • Costa, Paulo Segundo da. Hospital de Caridade (São Cristovão/Santa Izabel) da Santa Casa de Misericórdia da Bahia: 450 anos de funcionamento 1549-1999. Salvador: Contexto, 2000. 136 p.
 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Hospital Santa Izabel

Notas e referências

Notas

Referências

  1. a b c «Salvador - Hospital Santa Isabel -ipatrimônio». Consultado em 11 de agosto de 2021 
  2. a b c d «Hospital Santa Izabel - Salvador». www.salvador-turismo.com. Consultado em 11 de agosto de 2021 
  3. a b Institucional (s/d). «Capela do Hospital Santa Izabel (e Gruta Nossa Sra de Lourdes)». Igrejas da Bahia. Consultado em 1 de novembro de 2016 
  4. Institucional (s/d). «Santa Casa de Misericórdia - BA». Site oficial da Santa Casa. Consultado em 1 de novembro de 2016. Cópia arquivada em 1 de novembro de 2016 
  5. «Apresentação». www.dicionario.belasartes.ufba.br. Consultado em 11 de agosto de 2021 
  6. Redação, Da (9 de abril de 2018). «Obras raras de Manuel Querino são relançadas hoje». Jornal Correio. Consultado em 11 de agosto de 2021 
  7. Luiz Américo Lisboa Júnior (206). Compositores e Intérpretes Baianos: de Xisto Bahia a Dorival Caymmi. [S.l.]: Editus, Ilhéus. p. 196 e seg. ISBN 859849324-4 
  8. Redação do jornal (11 de abril de 2016). «Ambulatório que atende pacientes do SUS é reinaugurado no Hospital Santa Izabel». Correio 24 Horas. Consultado em 1 de novembro de 2016 
  9. Institucional (29 de abril de 2016). «Museu da Misericórdia disponibiliza visitação noturna às terças e quintas-feiras». Santa Casa da Bahia. Consultado em 1 de novembro de 2016. Cópia arquivada em 1 de novembro de 2016 
  10. «Fundado em 1549, Hospital Santa Izabel conquista a mais alta certificação da HIMSS». 23 de outubro de 2019. Consultado em 11 de agosto de 2021 
  11. a b «Capela do Hospital Santa Izabel, Salvador». www.salvador-turismo.com. Consultado em 11 de agosto de 2021 

Ligações externasEditar