Hundingo (chefe dano)

Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Hundingo.

Hundingo (em latim: Hundingus) foi um chefe nórdico dos danos da Zelândia, ativo após a morte do rei Sigaro e no contexto da guerra civil danesa entre os descendentes do falecido rei.

Hundingo
Chefe na Zelândia
Reinado século XI
Antecessor(a) Sigaro
Sucessor(a) Haroldo III
Morte século XI
  Leire

VidaEditar

Hundingo não tem suas origens preservadas na Feitos dos Danos de Saxão Gramático, a única fonte a citá-lo. Aparece após a morte do rei Sigaro e a subsequente guerra civil entre os sucessores. Com o enfraquecimento da casa real danesa, os domínios reais foram dados a chefes locais e coube a Hundingo a Zelândia.[1] Tempos depois, após derrotar os demais chefes, Haroldo III (r. 1076–1080) derrubaria Hundingo, ocuparia sua capital Leire e reunificaria a Dinamarca.[2]

Referências

  1. Saxão Gramático 2015, p. 496-497 (VII.9.1).
  2. Saxão Gramático 2015, p. 514-515 (VII.10.4).

BibliografiaEditar

  • Saxão Gramático (2015). Friis-Jensen; Karsten, ed. Gesta Danorum - The History of the Danes Vol. I. Traduzido por Fisher, Peter. Oxônia: Clarendon Press