Içar velas

terminologia náutica
(Redirecionado de Içar)

Içar uma velas é sinónimo de a fazer subir, hastear. Iça-se uma vela tirando-a à mão pela adriça nos veleiros ligeiros ou usando um winch nos outros. A manobra deve ser geralmente efectuada contra o vento desde que os ventos não estejam muito fracos.

Tipo de velaEditar

A maneira como e onde a vela é içada depende da sua utilização.

A Vela grande normalmente enverga (entra numa calha do mastro) e a adriça que a faz subir é metade em aço - a parte que é presa directamente à vela - e metade em fibra para facilitar o seu manuseamento.

 
Curvatura do mastro de um Laser

A Vela de estai é preza ao estai - razão do seu nome - por pequenos fechos e depois de passar por uma roldana quase na cabeça do mastro desce ao longo dele. Tanto num caso como no outro a maior ou menor tensão do cabo vai exercer uma pressão na peça a que está preso. Essa a razão porque o estai vai ficar bem esticado o que vai puxar ligeiramente o mastro para a proa, mas esse inclinação é compensada pela tensão da vela grande. Esta pressão é tanto mais evidente num monotipo ligeiro sem vela de estai do tipo do Laser (vela) (imagem) do que num veleiro ligeiro tipo Dragão (vela).

Usam-se regularmente hoje em dia velas de estai que não se içam pois se enrolam/desenrolam em torno do estai. Com este tipo é preferível não estar aproado ao vento para se aproveitar a sua força para ajudar a desenrolá-la.

CuriosidadeEditar

A expressão (em francês: hisser le Foc em português: içar a Vela de estai) provém do árabe "ézz al fog" que quer dizer puxar para cima. É preciso notar que as velas mourescas eram triangulares, e daí a confusão dos europeus que ao ouvirem as ordens náutica tomaram o "al fog" pelo nome da vela. [nota 1]

ContrárioEditar

A operação contrária à de içar chama-se: Amainar, arrear ou baixar.

Ver tambémEditar

Notas

  1. Traduzido de Hisser la voile

ReferênciasEditar