Abrir menu principal
Question book.svg
Este artigo ou secção necessita de referências de fontes secundárias fiáveis e independentes (desde novembro de 2016). Fontes primárias, ou com conflitos de interesse, não são adequadas para verbetes enciclopédicos. Ajude a incluir referências.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

O Instituto Brasileiro de Análises Sociais e Econômicas (Ibase) é uma organização de cidadania ativa, fundada em 1981 pelo sociólogo Herbert de Souza, o Betinho, e os economistas Carlos Afonso e Marcos Arruda. Os três foram exilados políticos durante a ditadura militar.

É uma instituição sem fins lucrativos, sem vinculação religiosa e apartidária. Sua visão e motivação são:

  • Os princípios e valores éticos da democracia e da sustentabilidade da vida e do planeta;
  • A igualdade, direitos e emancipação social de todas e todos; e
  • A promoção da justiça socioambiental e de territórios sustentáveis.

Organiza-se nas seguintes áreas de incidência (AI):

  • Brasil, mudanças geopolíticas e desafios para a cidadania;
  • Cidades, territórios, justiça socioambiental e cidadania;
  • Democracia, debate público e reforma política;
  • Disputa por outro desenvolvimento; e
  • Universalização de políticas públicas e direitos.

Atualmente publica a revista quadrimestral Trincheiras, cujo objetivo é promover a reflexão e o debate sobre temas relacionados à cidadania, à democracia, à sustentabilidade e à justiça socioambiental. Além dessa revista, mantém o Canal Ibase, um site de notícias cujo objetivo é produzir reportagens, relatos e análises feitos pela equipe do Ibase e por outros indivíduos e organizações. 

O Ibase faz parte da história da internet brasileira por ter criado o Alternex, o primeiro provedor de acesso à internet no Brasil. Também organizou a Campanha da Fome, que se tornaria uma organização independente, a Ação da Cidadania contra a Fome, a Miséria e pela Vida. É apoiado por ONGs internacionais (Fundação Ford, Ajuda da Igreja Norueguesa, Pão para o Mundo), empresas brasileiras (Petrobras, Eletrobras Furnas) e doadores individuais (Amigos do Ibase).

Ligações externasEditar