Ignitor pirotécnico

Um ignitor pirotécnico (ou simplesmente ignitor) é um dispositivo contendo um composto pirotécnico usado basicamente para iniciar a queima de um outro componente de combustão mais difícil, por exemplo: Termites, geradores de gás e combustíveis sólidos de foguetes. Este nome também é usado para o componente combustível do ignitor.

Esquema de um Ignitor Pirotécnico

Ignitores pirotécnicos são em geral comandados elétricamente (chamados eventualmente de ignitores eletropirotécnicos), ou seja, usam em geral uma resistência elétrica. Eles são similares a detonadores, mas ao contrário destes, não devem produzir ondas de choque. Um exemplo desse tipo de ignitor é o acendedor elétrico.

Todos os ignitores consistem de um dispositivo que converte energia elétrica em calor de forma a sensibilizar algum produto químico de forma a transformar esse calor em combustão. O dispositivo de geração de calor é em geral um fio de resistência disposto entre dois terminais, ou apenas dois terminais dispostos de tal forma que quando uma corrente elétrica é aplicada, uma centelha é gerada entre eles.[1]

ReferênciasEditar

  1. http://www.privatedata.com/byb/rocketry/Ignitor/pk_smd_cached/ SMD resistors as bridgewire elements of pyrotechnical initiators
  Este artigo sobre foguetes é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.