Igreja da Misericórdia de Ponte de Lima

A Igreja da Misericórdia de Ponte de Lima localiza-se na freguesia de Ponte de Lima, na vila de mesmo nome, distrito de Viana do Castelo, em Portugal.

Igreja da Misericórdia de Ponte de Lima
Tipo igreja, patrimônio cultural
Geografia
Coordenadas 41° 46' 4.408" N 8° 35' 4.560" O
Localidade Ponte de Lima
Localização Arca e Ponte de Lima
País Portugal

HistóriaEditar

A instituição da Santa Casa da Misericórdia de Ponte de Lima remonta a 1530.[1]

O templo foi erguido no século XVII. A capela-mor data de 1638, época em que se fez também a sua cobertura de pedra, em caixotões. Para a atual configuração destacou-se a campanha levada a cabo por volta de 1744.

A sua disposição atual resulta da abertura da rua Cardeal Saraiva, ao final da década de 1920, que dividiu em dois o edifício do antigo hospital, tendo-se então deslocado o pórtico barroco do claustro para a fachada voltada para esta via.

Encontra-se classificada como Imóvel de Interesse Público.

CaracterísticasEditar

O seu interior caracteriza-se por uma nave única, capela-mor em abóbada de caixotões (1638) e pórtico principal aberto lateralmente sobre o cemitério, que constitui o adro atualmente fechado por um curioso gradeamento, sendo notável o efeito da varanda alpendrada que delimita este recinto.

Aqui trabalharam grandes artistas do barroco do norte do país, como Manuel de Almeida, documentado em 1699, o escultor Manuel Dias, que trabalhou nos retábulos laterais, os entalhadores Manuel e Miguel Coelho, e o importante mestre-de-obras Manuel Dias da Silva. As melhores pinturas foram executadas por Manuel Cardoso do Vale e Manuel da Rocha, nos últimos anos do século XVII.

A abóbada do corpo da igreja está decorada com uma pintura barroca, e apresenta uma falsa estrutura de nervuras de feição gótica, que não são mais do que elementos decorativos, não tendo qualquer função portante. Um outro elemento barroco é a imponente balaustrada do coro-alto, que avança bastante pela nave dentro. As alterações e melhorias contínuas levaram à substituição de altares também barrocos por outros já de cariz neoclássico, então mais na moda.

Destaca-se no seu interior a abóbada nervurada em madeira policromada e dourada, os altares mor e laterais de gosto neoclássico, o painel central em alto relevo do primitivo retábulo-mor, o frontal do altar com a cena do Milagre da Multiplicação dos Pães e pintura setecentista com algum interesse. Das dependências destacam-se ainda a sacristia e a sua grande mesa de reuniões em mármore rosa e decoração barroca.

As duas figuras que ladeiam o pórtico principal representam um mamposteiro com o saco das esmolas e um peregrino.

Referências

BibliografiaEditar

  • REIS, António Matos. A Santa Casa da Misericórdia de Ponte de Lima (1530-1980). 1979.
  • REIS, António Matos. A Santa Casa da Misericórdia de Ponte de Lima no passado e no presente. 1997.