Ilhas de Sotavento (Havai)

As Ilhas de Sotavento do Havai (em inglês: Northwestern Hawaiian Islands ou Leeward Islands) são as ilhas, atóis, recifes e bancos de areia do arquipélago havaiano localizadas a noroeste das ilhas de Kauai e Niihau.

As ilhas de Sotavento fazem parte do Havai, estendendo-se a noroeste das ilhas maiores
O interior de Laysan, mostrando o lago hipersalino.

As ilhas são desabitadas (exceto a guarnição militar em Midway) e administradas pelo estado norte-americano do Havai, com exceção do atol Midway, administrado diretamente pelo Fish and Wildlife Service do Departamento do Interior dos Estados Unidos. A área das ilhas de Sotavento é de 8,04 km2.

IlhasEditar

As ilhas de Sotavento do Havai, de este a oeste e com o nome havaiano entre parêntesis, são as seguintes:

Mapa Imagem
aérea
Nome Nome havaiano Área
em ha
n.º de
ilhas
População
    Nihoa Nihoa (Moku Manu) 070,0 01 -
    Ilha Necker Mokumanamana 018,3 01 -
    French Frigate Shoals Kānemilohaʻi 024,9 13 -
    Gardner Pinnacles Pūhāhonu 002,4 02 -
    Recife Maro Nalukakala 000,4 - -
    Laysan Kauō 411,4 01 -
    Lisianski Papaʻāpoho 155,6 01 -
    Pearl e Hermes Holoikauaua 036,0 06 -
    Atol Midway Pihemanu 623,0 03 40 1)
    Atol Kure Mokupāpapa 086,2 02 -

1) Só cientistas


As ilhas de Sotavento foram formadas no mesmo ponto quente vulcânico que formou as Ilhas de Barlavento ou as ilhas maiores do Havai. À medida que a placa do Pacífico se movia para norte e noroeste sobre o ponto quente da crosta terrestre, erupções vulcânicas formaram as ilhas. As terras isoladas foram sendo gradualmente corroídas e afundaram-se, convertendo-se em ilhotas, atóis, recifes ou bancos de areia.

HistóriaEditar

Nas ilhas mais próximas às principais ilhas de Barlavento, a Necker e Nihoa, há alguns sinais de presença polinésia, mas acredita-se que não existia população permanente em nenhuma das ilhas. Os nomes havaianos tradicionais são Mokuakamohoali'i, Hanakaieie, Hanakeaumoe e Ununui, mas não foi identificado a que ilhas os nomes correspondem. Os outros nomes havaianos são modernos.

Apesar do seu isolamento, a presença humana teve um grande impacto. Durante os primeiros anos do século XX, centenas de milhares de aves foram mortas para abastecer o mercado de chapéus de penas. Em Laysan, depósitos de guano foram explorados, e Midway foi ocupada por milhares de soldados que mantiveram batalhas decisivas na Segunda Guerra Mundial, como a Batalha de Midway.

Em 1909, o presidente Theodore Roosevelt declarou a maioria das ilhas como reserva natural para proteger as aves. Em 2000, o presidente Bill Clinton criou a reserva da Reserva Ecossistémica de Recifes de Coral do noroeste do Havaí para preservar os recifes de corais. Atualmente, há uma proposta para estender a reserva de forma a cobrir também o mar.

Atualmente existem bases permanentes de pesquisadores científicos em Midway, French Frigate Shoals e Laysan. A visita das ilhas não é permitida, exceto para trabalhos científicos e de conservação. A proteção das ilhas é feita por três instituições: os Serviços de Pesca e Vida Selvagem (do Departamento do Interior), a Administração Oceânica e Atmosférica Nacional (do Departamento de Comércio) e o Departmento de Recursos Terrestres e Naturais (do Estado do Havai).

NaturezaEditar

Laysan tem o mais diverso ecossistema das ilhas, e abriga cerca de dois milhões de aves de 17 espécies.[1]

BibliografiaEditar

  • Rauzon, M. (2001). "Isles of Refuge: Wildlife and History of the Northwestern Hawaiian Islands". University of Hawaii Press.

Referências

  1. Rauzon, 100