Instituto Max Planck de Pesquisas Sobre Polímeros

O Instituto Max Planck de Pesquisas Sobre Polímeros (em alemão: Max-Planck-Institut für Polymerforschung (MPI-P)) em Mainz é um centro de pesquisa de novos materiais feitos de polímeros.[1]

Instituto Max Planck de Pesquisas Sobre Polímeros
Max-Planck-Institut für Polymerforschung
Fundação 1 de junho de 1983
Tipo de instituição Max Planck Institute
Localização Mainz
Alemanha
49° 59' 21.001" N 8° 13' 46.999" E
Campus Mainz
Website oficial

O MPI-P foi fundado em 1 de junho de 1983 e é um dos 82 institutos mantidos pela Sociedade Max Planck (Max-Planck-Gesellschaft - MPG). Os diretores fundadores foram Erhard Wolfgang Fischer (1929–2011) e Gerhard Wegner. Na MPG o instituto está vinculado à seção químico-físico-técnica. Mais de 500 funcionários da Alemanha e do exterior estão trabalhando atualmente no instituto, com o objetivo de produzir e caracterizar polímeros a fim de desenvolver conhecimentos básicos para novas aplicações nas áreas de eletrônica, tecnologia de energia, medicina, construção de veículos e tecnologia de materiais.

Áreas de trabalhoEditar

O instituto se dedica à pesquisa básica na área de matérias moles, especialmente polímeros. O objetivo é obter conhecimento sobre as relações entre a estrutura química, propriedades físicas e função dos materiais macromoleculares. Para tanto, o trabalho científico do MPI-P não é estritamente organizado em departamentos, mas sim em disciplinas.

As principais atividades do instituto podem ser resumidas da seguinte forma:

Química Macromolecular Sintética
  • Desenvolvimento de novos métodos sintéticos
  • Produção de polímeros com estrutura não convencional
  • Desenvolvimento de sistemas de funcionalidade seletiva, especialmente de polímeros que transportam cargas ou certas moléculas
Arquiteturas supramoleculares
  • Produção de polímeros com estrutura colunar
  • Sistemas com agregação via ligações de hidrogênio
  • Macromoléculas altamente ramificadas
  • Membranas modelo
  • Filmes e camadas ultrafinas
  • Sistemas híbridos orgânicos-inorgânicos estruturados definidos
  • Revestimentos de superfície com bio-funcionalidade
Estrutura e dinâmica dos sistemas macromoleculares
  • Investigação da dinâmica molecular e coletiva de sistemas poliméricos
  • Fenômenos de transporte no estado de vidro
  • Comportamento organizacional e dinâmica de copolímeros em bloco
  • Propriedades de polieletrólitos sintéticos e naturais
Desenvolvimento e otimização de métodos experimentais e teóricos para caracterização de polímeros
  • Espectroscopia de ressonância magnética nuclear de estado sólido
  • Espectroscopia de ressonância de spin eletrônico
  • Espectrometria de massa
  • Óptica de propriedades não lineares
  • Óptica de plasmon de superfície
  • Microscopia de varredura de sonda, raio-X e dispersão de luz
  • Reologia
  • Simulações computacionais da estática e dinâmica de derretimentos, redes, misturas e o comportamento de agregação
  • Teoria analítica baseada na mecânica estatística
  • Simulação numérica computacional
  • Medição de forças de superfície
Propriedades de superfície e interfaciais de polímeros

DiretoresEditar

O Instituto Max Planck de Pesquisas Sobre Polímeros possui seis departamentos, cada um chefiado por um diretor.

Ex-DiretoresEditar

Referências