Instituto Serrapilheira

Disambig grey.svg Nota: Este artigo é sobre a organização de fomento à ciência básica no Brasil. Para a definição científica do termo, veja Serrapilheira. Para outros significados, veja Serrapilheira (desambiguação).

O Instituto Serrapilheira é uma instituição privada sem fins lucrativos[1]. lançada em 2017[2] com sede no Rio de Janeiro. Tem o objetivo de fomentar pesquisas de excelência com foco em produção de conhecimento e iniciativas de divulgação científica no Brasil. As atividades do instituto são financiadas por rendimentos de um fundo patrimonial de R$ 350 milhões (valor estipulado em torno de R$ 15 milhões e R$ 18 milhões por ano) constituído em 2016 pelo casal de filantropos João e Branca Moreira Salles [3].

Instituto Serrapilheira
Tipo Organização da Sociedade Civil
Fundação 2017
Sede Rio de Janeiro, RJ Brasil
Diretor-Presidente Hugo Aguilaniu
Fundadores João Moreira Salles e Branca Vianna Moreira Salles
Sítio oficial https://serrapilheira.org/

A entidade realiza investimentos nas seguintes áreas de conhecimento: Ciências Naturais (Ciências da Vida, Geociências, Física, Química), Ciência da Computação e Matemática. Não são realizados aportes em projetos relacionados às ciências humanas. De acordo com os fundadores do instituto, tal decisão foi motivada por ao menos dois fatores: A inexistência de organizações privadas de fomento à ciência básica em ciências naturais e exatas no Brasil e pela necessidade de cultivar as ciências naturais no imaginário nacional[4]. O Serrapilheira também destina cerca de 20% de seu orçamento para iniciativas de divulgação e educação científica - com o objetivo de aumentar o capital simbólico da ciência no país [4].

Ver tambémEditar

Referências

  1. Apresentação institucional Instituto Serrapilheira. Fundação Getulio Vargas. Acesso em 07 de julho de 2019.
  2. Quem somos. Site oficial do Instituto Serrapilheira. Instituto Serrapilheira. Acesso em 07 de julho de 2019
  3. Gabriel Alves, João e Branca Moreira Salles lançam 1º instituto privado de apoio à ciência. Folha de S.Paulo, caderno de Ciências. Acesso em 07 de julho de 2019.
  4. a b Fernando Tadeu Moraes, O instituto de Moreira Salles que enxerga e financia a ciência como arte. Folha de S.Paulo, Ilustríssima. Acesso em 07 de julho de 2019.

Ligações externasEditar