Abrir menu principal
Ixaque ibne Ismail
Inscrição na Igreja Ateni Sioni descrevendo sua queda
Morte agosto de 853
Nacionalidade Emirado de Tbilisi
Ocupação Emir

Ixaque ibne Ismail (Ishaq ibn Isma'il - lit. "Isaac, filho de Ismael"; antes de 833 - 853), também conhecido como Isaac (Sahak) pelas fontes georgianas, foi o emir de Tbilisi entre 833 e 853. Sob seu governo, o emirado alcançou o ápice de seu poder. Ele forçou os príncipes georgianos do Principado da Cachétia e do Reino da Abecásia a pagar tributo. Tentou tornar-se independente do Califado Abássida, parou de pagar-lhes tributo e aliou-se com a nobreza local, os mtavari da Cachétia. Como consequência, o califa Mutavaquil (r. 847–861) enviou uma expedição contra ele liderada por Buga, o Velho, que foi apoiado pela família Bagrationi. Em 853, os invasores saquearam e queimaram Tbilisi, e mataram o emir.[1]

Referências

  1. Suny 1994, p. 30.

BibliografiaEditar

  • Suny, Ronald Grigor (1994). The Making of the Georgian Nation: 2nd edition. [S.l.]: Indiana University Press. ISBN 0-253-20915-3