Jöran Persson

Jöran Persson (nascido em 1530 em Sala, executado em 1568 em Estocolmo) foi um poderoso conselheiro real (rådgivare), procurador do reino (procurator) , e secretário do rei Érico XIV, a partir da coroação deste em 1560. [1][2]

Jöran Persson
Conselheiro real sueco
Catarina Månsdotter, Érico XIV e Jöran Persson num quadro de Georg von Rosen (1871).
Nascimento 1530
Sala
Morte 1568 (38 anos)
Estocolmo
Ocupação Conselheiro real e secretário real

Depois da deposição do rei Érico XIV, em 1568, Jöran Persson foi aprisionado, torturado e executado de forma macabra em 1568 em Estocolmo. [3][4]

Referências

  1. Ernby, Birgitta; Martin Gellerstam, Sven-Göran Malmgren, Per Axelsson, Thomas Fehrm (2001). «Jöran (Göran) Persson». Norstedts första svenska ordbok (em sueco). Estocolmo: Norstedts ordbok. p. 291. 793 páginas. ISBN 91-7227-186-8 
  2. Miranda, Ulrika Junker; Anne Hallberg (2007). «Jöran Persson». Bonniers uppslagsbok (em sueco). Estocolmo: Albert Bonniers Förlag. p. 460. 1143 páginas. ISBN 91-0-011462-6 
  3. Lars-Olof Larsson. «Jöran Persson» (em sueco). Nationalencyklopedin – Enciclopédia Nacional Sueca. Consultado em 16 de dezembro de 2015 
  4. «Jöran Persson satte fursten främst» (em sueco). Populär historia, 2002. Consultado em 23 de abril de 2016 

Ver tambémEditar