Jacopo del Sellaio

Jacopo di Arcangelo, dito Jacopo del Sellaio (Florença, 1442 - 1493) foi um pintor do Renascimento italiano.

Jacopo del Sellaio, Virgem e Criança, ca. 1470, Museu de Arte de São Paulo, São Paulo.

Filho de um fabricante de selas, origem de seu apelido "Sellaio", Jacopo é mencionado de passagem por Vasari como discípulo de Filippo Lippi, ao lado de Botticelli e de Pisello, e como autor de duas obras em San Frediano e uma obra na igreja do Carmine.

Sellaio foi profundamente sensível à estética de Ghirlandaio e à elegância linear de Botticelli, que o pintor desenvolve em estilo menor em numerosos cassoni domésticos, alguns com manifesta ambição dramática em grandes retábulos como a mencionada Crucificação da igreja de San Frediano in Castello (Florença).

Membro da Compagnia San Luca em 1472, Jacopo instala-se em 1482 na Piazza di San Miniato, em Florença, junto com o pintor Filippo de Giuliano. Algumas obras datadas ao longo de sua carreira tornam possível uma análise segura de seu itinerário estilístico a partir da Anunciação de 1472 em San Giovanni Valdarno, igreja de S. Maria delle Grazie.

Atribuem-se ao pintor diversas obras, predominantemente de devoção privada e de pequeno formato, nas quais sobressai um senso narrativo fantasioso, acompanhado por paisagens compostas por bizarras formações rochosas.

Ver tambémEditar

ReferênciasEditar

MARQUES, Luiz (org). Corpus da Arte Italiana em Coleções Brasileiras. São Paulo: Berlendis e Vertecchia Editores, 1996.