Jacques Bedel

Jacques Bedel (n. em Buenos Aires a 7 de Agosto de 1947) é um arquitecto, pintor, escultor e desenhador argentino.[1]

Jacques Bedel
Nascimento 7 de agosto de 1947 (74 anos)
Buenos Aires, Argentina
Nacionalidade argentino
Jacques Bedel na sua Biblioteca

BiografiaEditar

O seu pai, René Bedel, era um advogado argentino dedicado, mas também um poeta e coleccionador de artes. Isso levou a que Jacques Bedel crescesse em contacto com pintores e escritores, tais como os artistas do grupo da Nueva Figuración, Rómulo Macció e autores como Miguel Angel Asturias e Oliverio Girondo.

Em 1965, ingressa na Faculdade de Arquitectura e Urbanismo de Buenos Aires, iniciando-se - de forma autodidacta e em paralelo - nas artes, inaugurando três anos mais tarde (1968) a sua primeira exposição individual nas Galerias Galatea.

É convidado a tomar parte no Grupo de los Trece no Centro de Arte e Comunicação - decorria o ano de 1972 - através do qual iria participar em múltiplas actividades, entre as quais Arte e Ideologia na América latina e Arte de sistemas na América latina, que passaram pela Itália, Bélgica, Jugoslávia, Finlândia, Polónia e Estados Unidos da América.

Em 1975 é convidado pelo governo inglês na investigação de novos materiais para escultura, pelo que viaja até Londres com a sua família.

Dois anos mais tarde, o "Grupo de los trece", integrado por Jacques Bedel, Luís Benedit, Jorge Glusberg, Jorge González Mir, Víctor Grippo, Leopoldo Maler, Vicente Marotta, Luis Pazos, Alfredo Portillos e Clorindo Testaapresentam a sua obra colectiva intitulada Signos em ecossistemas artificiais, na XIV bienal internacional de arte de San Pablo com a participação de 35 países e 210 artistas. É-lhes atribuído o Grande Prémio de Honra Itamaraty.

Em 1979 vence com Luís Benedit e Clorindo Testa o concurso do Centro Cultural Recoleta de Buenos Aires para remodelar esse edifício histórico.

PrémiosEditar

  • Medalha de Bronze do Prémio Braque
  • Grande Prémio de Honra Itamaraty (integrado no "Grupo del Treces").
  • Em 1982, Prémio Fulbright.
  • Prémio Konex pelo seu desempenho nas Artes Visuais
  • Medalha de Prata do Prémio Siemens com “El rayo que no cesa”.
  • Grande Prémio Latinoamericano de Arquitectura na VII Bienal de Arquitectura de Buenos Aires.

Referências

  1. «Jacques Bedel». VIAF (em inglês). Consultado em 9 de dezembro de 2019 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço relacionado ao Projeto Biografias. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.