Jaiavarmã II

Jaiavarmã II (em quemer: ជ័យវរ្ម័ន: c. 770-850)[1] foi um rajá do século IX do Camboja, amplamente reconhecido como o fundador do Império Quemer, que dominou grande parte do Sudeste Asiático por mais de 600 anos. Historiadores, anteriormente, dataram seu reinado de 802 a 850, mas alguns estudiosos hoje definem-no entre 770-835[2] Antes de Jaiavarmã chegar ao poder, houve muita luta entre os senhores locais que governaram diferentes partes do Camboja. O país não foi unificado sob um único governante.

Jaiavarmã II
Nascimento século VIII
Morte século IX
Angkor
Cidadania Camboja
Cônjuge Jayendrabha av Sambhupura
Filho(s) Jayavarman III, Jyestha av Sambhupura
Ocupação monarca
Religião hinduísmo

Jaiavarmã é amplamente considerado como o rei que estabeleceu as bases do período de Anguecor na história do Camboja, começando com o ritual de consagração grandioso conduzido por Jaiavarmã em 802, no sagrado Monte Maendraparvata, agora conhecido como Phnom Kulen, para celebrar a independência do Camboja do domínio javanês.[3] Nessa cerimônia, o príncipe Jaiavarmã foi proclamado monarca universal (Kamraten Jagad ta Raja) ou Deus-Rei (Deva Raja, em sânscrito). Segundo algumas fontes, Jaiavarmã residiu por algum tempo em Java durante o reinado de Sailendras, ou "Os Senhores da Montanhas", daí o conceito de Devaraja ou Deus-Rei foi ostensivamente importado de Java. Naquela época, Sailendras supostamente governava Java, Sumatra, Península Malaia e partes do Camboja.[4]

Referências

  1. Jayavarman II
  2. Mabbett & Chandler, The Khmers p. 261
  3. Albanese, Marilia (2006). The Treasures of Angkor. Italy: White Star. p. 24. ISBN 88-544-0117-X.
  4. Angkor Borobudur Jayavarman II Java