Abrir menu principal

Jailson Macêdo Freitas

Jailson Macêdo Freitas
Nome completo Jailson Macêdo Freitas
Nascimento 9 de janeiro de 1971 (48 anos)[1]
Sapeaçu (BA),  Brasil
Ocupação Professor de educação física[1]
Filiação FBF e CBF

Jailson Macêdo Freitas (Sapeaçu, 9 de janeiro de 1971) é um árbitro de futebol da Bahia.[2]

CarreiraEditar

Jailson é natural de Sapeaçu, na Bahia, tendo se formado em árbitro em 1997 e entrado na CBF dois anos depois. Foi promovido a aspirante FIFA em 2008 e saiu no final 2009 por ter atingido o limite de idade na categoria.[3]

Em 2013 se envolveu em uma grande polêmica no jogo entre Grêmio e Portuguesa, realizado em 7 de setembro e válido pelo Campeonato Brasileiro da Série A, em que os jogadores da Portuguesa reclamaram bastante do árbitro, acusando Jailson de ter marcado um pênalti inexistente a favor do Grêmio, e depois ter expulsado dois jogadores do time paulista.[4] Logo depois, o então técnico da Portuguesa, Guto Ferreira, lançou dúvida sobre a atuação de árbitros baianos.[5]

Referências

  1. a b «Jaílson Macedo Freitas :: ogol.com.br». Ogol.com.br 
  2. «Árbitro baiano apita estreia do Bota na Copa do Brasil». Lancenet!. 11 de março de 2012. Consultado em 13 de setembro de 2012 
  3. «Jaílson Macedo Freitas apita Ceará x Sport pela final da Copa do Nordeste». Anaf. 8 de abril de 2014 
  4. «Em jogo de arbitragem polêmica, Grêmio vence Portuguesa e vira vice-líder». iG. 7 de setembro de 2013  Texto "acessodata27 de dezembro de 2013" ignorado (ajuda)
  5. «Técnico da Portuguesa reclama e lança dúvida sobre árbitros da Bahia». iG. 7 de setembro de 2013. Consultado em 27 de dezembro de 2013 
  Este artigo sobre um árbitro de futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.