Jan van Scorel

pintor do norte da Holanda

Jan van Scorel (Schoorl, 1 de agosto de 1495 - Utrecht, 6 de dezembro de 1562) foi um pintor, engenheiro e arquiteto holandês do Renascimento.[1]

Jan van Scorel
Jan van Scorel (1560)
Nascimento 1 de agosto de 1495
Schoorl
Morte 6 de dezembro de 1562 (67 anos)
Utrecht
Nacionalidade  Países Baixos
Ocupação Pintor
Jan van Scorel, Apresentação no templo, 1530-1540 circa, Viena, Kunsthistorisches Museum.
Jan van Scorel, Maria Madalena, 1528, Amsterdã, Rijksmuseum.

BiografiaEditar

Van Scorel iniciou seus estudos provavelmente com Jan Gossaert em Utrecht, ou com Jacob Cornelisz em Amsterdã, e viajou bastante, na juventude, sobretudo para Nuremberga e pela Áustria meridional. Neste país completou em 1520 sua primeira obra significativa - o Retábulo de Sippen (chamado Sippenaltar, ou Retábulo da Sagrada Família), para a Igreja de São Martinho, na cidade de Obervellach, na Caríntia. Passou por Veneza, onde foi bastante influenciado por Giorgione. Também importante para a sua formação foram as peregrinações a Roma e pela Terra Santa. Suas experiências em Jerusalém estão presentes em muitas obras da maturidade.

Em 1521 van Scorel regressou a Roma, onde foi recebido pelo papa Adriano VI, de origem holandesa, que o nomeou seu pintor oficial e lhe comissionou numerosas obras incluindo um retrato do próprio Pontífice. Recebe a influência de Michelangelo e Rafael Sanzio, a quem sucede no trabalho do Belvedere, como Conservador.

Após seu retorno aos Países Baixos em 1524 se estabelece em Utrecht, iniciando uma exitosa carreira de pintor e mestre, e também como engenheiro e arquiteto. Considerado o maior nome dos "romanistas" holandeses. Morreu ali, em 1562, legando uma grande quantidade de retratos e retábulos. Muitas delas, entretanto, foram destruídas durante as revoltas iconoclastas de 1566 e as remanescentes hoje se encontram em museus, mormente dos Países Baixos.

Principais obrasEditar

  • Retrato de nobre veneziano 1520;
  • Apresentação de Jesus ao templo 1524;
  • O batismo de Cristo 1530;
  • Maria Madalena 1530;
  • Retrato de jovem estudante 1531 (Carol Gertein's Fine Art);
  • Apresentação no tempio (Carol Gertein's Fine Art);
  • Barnabé
  • Retrato de um homem
  • Virgem e o Menino (Museu Nacional de Arte Antiga)

BibliografiaEditar

  • Painting of Europe. XIII-XX centuries. Encyclopedic Dictionary. Moscou. Iskusstvo. 1999.
  • Biografia em: Los maestros de la pintura occidental, pág. 747. Taschen, 2005, ISBN 3-8228-4744-5

Referências

  1. «Jan van Scorel». Encyclopædia Britannica Online (em inglês). Consultado em 3 de outubro de 2020 

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Jan van Scorel
  A Wikipédia tem o portal: