Jean Vilar

Jean Vilar (Sète, 25 de março de 1912 – Sète, 28 de maio de 1971) foi um ator e diretor francês. Foi uma das figuras mais influentes no teatro francês contemporâneo.

Jean Vilar
Jean Vilar (direita) no Festival d'Avignon 1967 com Antoine Bourseiller (esquerda), e François Billetdoux.
Nascimento 25 de março de 1912
Sète
Morte 28 de maio de 1971 (59 anos)
Sète
Sepultamento Cimetière Marin, Sète
Cidadania França
Filho(s) Dominique Vilar
Ocupação encenador, ator
Página oficial
http://www.maisonjeanvilar.org

Fundou o Théatre National Populaire (1951), que dirigiu até 1963 e teve grande papel na modernização do gosto e na formação de novos valores. Aluno de Charles Dullin, montou "A dança da morte", de August Strindberg e "Murder in the cathedral", de Thomas Stearns Eliot.

A partir de 1963 produziu independentemente espetáculos de teatro e de ópera por toda a Europa.

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.