Jeremiah Peabody's Polyunsaturated Quick-Dissolving Fast-Acting Pleasant-Tasting Green and Purple Pills

"Jeremiah Peabody's Polyinsaturated Quick-Dissolving Fast-Acting Pleasant-Tasting Green and Purple Pills" é uma novelty song composta e interpretada por Ray Stevens. A canção foi lançada como single em 1961, e alcançou a posição 35 na tabela Billboard Hot 100 em setembro do mesmo ano, tornando-se a primeira canção de Stevens a ser listada nessa tabela.[1]

"Jeremiah Peabody's Polyinsaturated Quick-Dissolving Fast-Acting Pleasant-Tasting Green and Purple Pills"
Single de Ray Stevens
do álbum 1,837 Seconds of Humor
Lançamento julho de 1961 (1961-07)
Gênero(s) Pop, novelty
Duração 2:26
Gravadora(s) Mercury Records
Composição Ray Stevens
Produção Shelby Singleton

A canção também é notável por possuir o título mais longo de qualquer outro single listado na Billboard Hot 100 quando foi lançada, contabilizando 104 caracteres.[2] A letra da canção aborda uma droga fictícia que, quando administrada diariamente, seria capaz de curar inúmeras doenças, como uma metáfora crítica à forma como as empresas farmacêuticas afirmavam assiduamente nas propagandas dos seus produtos ao longo do século XIX e no início do século XX.[2]

Em 1981, o projeto musical holandês Stars on 45 lançou um medley da canção intitulado "Medley: Intro Venus/Sugar Sugar/No Reply/I'll Be Back/Drive My Car/Do You Want to Know a Secret/We Can Work It Out/I Should Have Known Better/Nowhere Man/You're Going to Lose That Girl/Stars on 45", superando o número de caracteres do single de Stevens. Porém, a canção ficou conhecida apenas como "Stars on 45".

Tabelas musicais editar

  • Billboard Hot 100 – permaneceu na tabela por 6 semanas e alcançou a 35ª posição[3]
  • Cashbox – figurou na tabela por 8 semanas e alcançou a 38ª posição[4]

Referências

  1. Whitburn, Joel (1992). Fred Weiler, ed. The Billboard Book of USA Top 40 Hits 5 ed. [S.l.]: Guinness 
  2. a b Paulson, Dave. «Ray Stevens' 'Everything is Beautiful' came from proverb». The Tennessean (em inglês). Consultado em 19 de agosto de 2021 
  3. Whitburn, Joel (1997). Joel Whitburn's Top Pop Singles. Menomonee Falls, WI: Record Research Inc. ISBN 0-89820-122-5 
  4. Hoffmann, Frank (1983). The Cash Box Singles Charts, 1950-1981. Metuchen, NJ & London: The Scarecrow Press, Inc