Abrir menu principal
Translation to english arrow.svg
A tradução deste artigo está abaixo da qualidade média aceitável. É possível que tenha sido feita por um tradutor automático ou por alguém que não conhece bem o português ou a língua original do texto. Caso queira colaborar com a Wikipédia, tente encontrar a página original e melhore este verbete conforme o guia de tradução.
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde janeiro de 2012). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Jim Thompson
Nascimento 27 de setembro de 1906
Anadarko
Morte 7 de abril de 1977 (70 anos)
Hollywood
Cidadania Estados Unidos
Ocupação escritor, roteirista, romancista, sindicalista
Magnum opus Pop. 1280
Causa da morte acidente vascular cerebral

Jim Thompson (Anadarko, Oklahoma, 27 de setembro de 1906 – Hollywood, 7 de abril de 1977) foi um escritor e roteirista norte-americano conhecido por seus livros policiais de crime e mistério.

Índice

CarreiraEditar

Jim Thompson escreveu mais de trinta novelas, sendo que a maioria foram publicadas a partir do final dos anos 1940. Apesar de algumas críticas positivas, especialmente pelo jornalista Anthony Boucher, do The New York Times, ele foi pouco reconhecido em vida. Mesmo assim a escrita lúcida e bem estruturada de Thompson culminou em alguns best-sellers, como The Killer Inside Me, Savage Night, A Hell of a Woman e Pop. 1280. O escritor e roteirista tinha fãs do porte de Stanley Kubrick, para qual escreveu os roteiros de Glória feita de sangue e The Killing, este último que serviria de inspiração para o "filme de assalto" Resevoir Dogs, de Quentin Tarantino.

FatosEditar

Jim Thompson trabalhou muito em Hollywood. Entre seus livros adaptados, estão The Getaway (Os implacáveis, de Sam Peckinpah), After dark, my sweet (Dominados pelo Desejo, de James Foley), The Grifters (Os Imorais, de Stephen Frears) e The Killer inside me, escrito em 1952, uma obra-prima da literatura noir, e levada às telas em 2010 pelo diretor Michael Winterbottom, com o título original no Brasil, O assassino em mim, estrelado por Casey Affleck, Kate Hudson e Jessica Alba.

ObrasEditar

Em portuguêsEditar

  • 'Fuga para o inferno' (Editora Globo, 1958)
  • 'Noite selvagem' (Editora Globo, 1981)
  • 'Uma mulher infernal' (Editora Globo, 1984)
  • Violência e uma cabana (Caminho Editorial, 1987 - publicado em Portugal)
  • 'O Assassino dentro de mim' (Editora Paulicéia, 1991; Planeta, 2005)
  • 'Os imorais' (Editora Pulicéia, 1991)
  • ' 1.280 Almas' (Ediouro, 2005)
  • 'The Getaway - Os implacáveis' (Editora M.M, 1973; Vintage, 1994)

Em inglêsEditar

Ligações externasEditar