Abrir menu principal
João Fonseca
Nome completo João Fonseca
Nascimento
Santos,  São Paulo
Nacionalidade Brasil Brasileiro
Ocupação Diretor de Teatro e Teatro Musical

João Fonseca é um ator e diretor brasileiro. Desenvolve um papel importante no aquecimento da cultura de musicais no Rio de Janeiro, especialmente no formato autoral e biográfico. Assinou a direção de grandes produções, como Tim Maia, Cazuza, Cássia Eller e Rock in Rio - O Musical.[1][2][3]


Índice

BiografiaEditar

Iniciou seus estudos no Centro de Pesquisas Teatrais de Antunes Filho, tendo trabalhado com diversos diretores, entre eles: Felipe Hirsch, Gabriel Villela, Jorge Takla, Paulo Autran, Paulo de Moraes e Antonio Abujamra. Com Abujamra, iniciou sua carreira de diretor co-dirigindo diversos trabalhos para a companhia Os Fodidos Privilegiados, tais como: “ O Casamento ”, de Nelson Rodrigues, e “ Auto da Compadecida", de Ariano Suassuna. Seus últimos trabalhos incluem os musicais "Gota d’Água" e "Opereta Carioca" e a comédia "Minha Mãe é uma Peça".[4] Atualmente é diretor artístico da companhia Os Fodidos Privilegiados. [5][6]

Teatro MusicalEditar

2018 - A Vida Não É um Musical[7]
2015 - O Beijo no Asfalto [8]

2015 - Bilac Vê Estrelas[9]
2015 - Godspell [10]
2014 - O Grande Circo Místico [11]
2014 - Cássia Eller
2013 - Cazuza
2012 - Rock in Rio - O Musical
2010 - Tim Maia

TeatroEditar


1997 - O Casamento, de Nelson Rodrigues
1998 - A Resístivel Ascensão de Arturo Ui, de Bertolt Brecht
1998 - Auto da Compadecida, de Ariano Suassuna
1999 - Tudo no Timing, de David Ives
2001 - Tímon de Atenas, de William Shakespeare
2001 - Troilo e Cressida, de William Shakespeare
2002 - A Fonte dos Santos, de J.M. Synge
2003 - O Casamento do Pequeno Burgues, de Bertolt Brecht
2003 - As Bruxas de Salem, de Arthur Miller
2004 - Édipo Unplugged, de Sófocles
2004 - O Carioca, de Artur Azevedo
2005 - O Jogo, de Mariela Romero
2005 - Esses Anos Estúpidos e Perigosos, de George F. Walker
2005 - Brasil Oito Visões, de Roberto Alvim e Fabio Porchat
2006 - A Ratoeira, de Agatha Christie
2006 - Minha Mãe É uma Peça, de Paulo Gustavo
2006 - Escravas do Amor, de Nelson Rodrigues
2007 - Gota d’Água, de Chico Buarque e Paulo Pontes
2007 - Pão com Mortadela, adaptação da obra de Charles Bukowski
2008 - Opereta Carioca, de Gustavo Gasparani
2008 - O Santo e a Porca, de Ariano Suassuna
2008 - A Falecida, de Nelson Rodrigues
2008 - Um Certo Van Gogh, de Daniela Pereira de Carvalho
2009 - Oui Oui, a França é Aqui!, de Gustavo Gasparani e Eduardo Rieche
2009 - Advocacia Segundo os Irmãos Marx, de Bernardo Jablonsky
2010 - Era no Tempo do Rei, de Heloisa Seixas e Julia Romeu
2010 - Velha É a Mãe, de Fabio Porchat
2011 - R&J de Shakespeare [12]
2012 - O Gato Branco

2014 - Cachorro Quente
2015 - Electra

2017 - Pressa


PrêmiosEditar

Prêmio Shell de Melhor Diretor de 1997 por “O Casamento“, de Nelson Rodrigues. O espetáculo recebeu também o prêmio de Melhor Figurino e foi indicado pra Melhor Atriz;[13]
Prêmio IBEU de Melhor Diretor de 1999 por “Tudo No Timing“. O espetáculo foi indicado também nas categorias, Ator, Atriz, e Produção;
Indicado outras sete vezes ao Prêmio Shell de Melhor Diretor pelos espetáculos: "Tudo no Timing", "O Casamento do Pequeno Burguês", "Édipo Unplugged", "Escravas do Amor", "Pão com Mortadela", "A Falecida" e "Oui Oui, A França É Aqui".
Indicado ao Prêmio Eletrobras de Melhor Diretor por "Escravas do Amor".
Indicado ao Prêmio Contigo de Teatro e ao Prêmio APTR como Melhor Diretor por "Gota d’Água".
Indicado ao Prêmio Qualidade Brasil de Melhor Diretor pelas peças "O Casamento do Pequeno Burguês" (2003) e "Gota d’Água. (2008)

ReferênciasEditar

  1. Santos, G1 (15 de fevereiro de 2014). «Diretor santista João Fonseca consegue destaque nacional». G1. Consultado em 9 de Dezembro de 2015 
  2. Torres, Leonardo (28 de julho de 2014). «Diretor de Tim Maia, Cazuza e Cássia Eller, João Fonseca avisa: "cansei de musicais biográficos"». Teatro em Cena. Consultado em 9 de Dezembro de 2015 
  3. Albertim, Bruno (29 de julho de 2015). «"João Fonseca: O Rei dos Musicais, no Brasil"». Jornal do Commercio. Consultado em 11 de Dezembro de 2015 
  4. «Diretor santista, João Fonseca, consegue destaque nacional». G1 Santos. Consultado em 15 de Dezembro de 2015 
  5. «João Fonseca». Enciclopédia Itaú Cultural. Itaú cultural. Consultado em 9 de Dezembro de 2015 
  6. «João Fonseca, Teatropédia». teatropedia. Consultado em 14 de Dezembro de 2015 
  7. «A Vida Não É um Musical: conheça o elenco». Teatro em Cena. 27 de março de 2018 
  8. «O beijo no Asfalto». Consultado em 16 de Dezembro de 2015 
  9. «Bilac Vê Estrelas põe plateia para cantar músicas brasileiras inéditas». Teatro em Cena. 10 de janeiro de 2015 
  10. «Godspell, Imperator». Consultado em 14 de Dezembro de 2015 
  11. «Joao Fonseca dirige O Grande Circo Místico». Consultado em 16 de Dezembro de 2015 
  12. «Secretaria de Cultura, Programação». Secretaria de Cultura. Consultado em 12 de Dezembro de 2015 
  13. «Histórico de Vencedores do Prêmio Shell de Teatro» (PDF). Consultado em 9 de dezembro de 2015