Abrir menu principal
Question book.svg
Este artigo ou secção necessita de referências de fontes secundárias fiáveis e independentes. Fontes primárias, ou com conflitos de interesse, não são adequadas para verbetes enciclopédicos. Ajude a incluir referências.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Jogo do Poder
Informação geral
Formato Programa jornalístico
Gênero Entrevista/Debate
Duração 55 minutos aprox.
País de origem  Brasil
Idioma original (em português)
Produção
Apresentador(es) José Marcelo dos Santos
Exibição
Emissora de televisão original Brasil Rede Manchete
Transmissão original

Jogo do Poder é um programa de televisão brasileiro, veiculado pela Rede CNT, da família Martinez, apenas em versão regional. O Jogo do Poder Nacional era apresentado inicialmente pelo jornalista Carlos Chagas e exibido pela Rede Manchete na década de 1990, sempre aos domingos as 23:30. Depois da falência da Manchete, em 21 de janeiro de 2003, passou a ser exibido pela CNT até 2007, quando foi iniciada a parceria da emissora com a TV JB, de Nelson Tanure. Carlos Chagas encerrou sua participação no Jogo do Poder e foi contratado pelo SBT.

A atração voltou ao ar pela Central Nacional de Televisão (CNT) em 2008, na versão nacional e regional, quartas-feiras e domingo, respectivamente. O nacional era apresentado por Alon Feuerwerker, que deixou o programa, e, em 2 de maio de 2011, passou a ser apresentado pelo deputado Celso Russomanno, sempre direto dos estúdios de Brasília.[1]

Em 2012, Celso vai para a Rede Record e José Marcelo dos Santos é chamado para apresentar o programa.

Em 2014, após deixar o SBT, onde comentava política nos telejornais da casa, Carlos Chagas volta a CNT para comandar o Jogo do Poder ao lado de José e também participar do CNT Jornal, agora feito da capital federal, com Vanessa Vitória. Atualmente o programa acrescentou o nome "notícias" no final.

Em 29 de dezembro de 2016, o programa deixou de ter a participação de Carlos Chagas, já que ele deixou tanto a CNT como se aposentou da televisão.

Em julho de 2019, a edição nacional do Jogo do Poder é encerrada pela Central Nacional de Televisão.

Edições LocaisEditar

O Jogo do Poder também tem versões locais, trazendo informações sobre a política dos estados.

Jogo do Poder Rio Grande do Sul, apresentado pelo jornalista Oli Paz,

Jogo do Poder Rio de Janeiro, apresentado pelo jornalista Ricardo Bruno.[2]

Jogo do Poder Nordeste, apresentado pelo advogado Zilan da Costa e Silva (único gravado e exibido as quartas-feiras).

Referências

  1. cnt.com.br: Jogo do Poder Brasília Arquivado em 29 de janeiro de 2010, no Wayback Machine., acessado em 3 de setembro de 2009
  2. cnt.com.br: Jogo do Poder Rio de Janeiro Arquivado em 28 de março de 2009, no Wayback Machine., acessado em 3 de setembro de 2009
  Este artigo sobre televisão é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.