Abrir menu principal
Jornal Minuano
Periodicidade Diário
Formato Tabloide
Sede Bagé, RS
Slogan O Jornal que Bagé gosta de ler
Fundação 20 de abril de 1994 (25 anos)
Pertence a Fundação Attila Taborda
Editor Felipe Valduga

O Jornal Minuano surgiu como jornal impresso em abril de 1994. Com sede em Bagé, Rio Grande do Sul, Brasil. Pertence à Fundação Attila Taborda, mantenedora da Universidade da Região da Campanha (Urcamp). O Jornal Minuano é filiado à ADI - Associação dos Diários do Interior do Brasil.

HistóriaEditar

O jornal foi fundado em 1994. Segundo texto do próprio jornal, o veículo desde sua primeira edição tem mantido compromisso com o desenvolvimento de Bagé e Região, informando os acontecimentos da comunidade através de uma equipe de jornalistas e articulistas inseridos na vida cotidiana dos municípios de cobertura, Bagé, Candiota, Hulha Negra e Aceguá.
Segundo uma pesquisa do Instituto Methodus, realizada em 2013 na cidade de Bagé, o jornal possuía 74% da preferência dos leitores de impressos.[1]
Na rede mundial de computadores, o Jornal Minuano está presente desde 2005 e possui a marca de cinco mil acessos diários, atingindo a média de 150 mil visualizações por mês.

NomeEditar

O nome do jornal faz referência a um vento muito frio, de origem polar, que é característico na Região da Campanha, no inverno do Rio Grande do Sul, chamado de Vento Minuano.

ColunistasEditar

EditoriasEditar

  • Cidade (Geral)
  • Empreendedor
  • Fogo Cruzado (Política)
  • Campo e Negócios
  • Segurança
  • Opinião
  • Esportes
  • Social

CadernosEditar

  • Saúde
  • Ellas
  • Universo Pet

Ver tambémEditar

Referências

  1. «O Jornal». Quem Somos. Consultado em 9 de agosto de 2014. Arquivado do original em 10 de agosto de 2014 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre meios de comunicação é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.