Abrir menu principal

José Antonio de Mendoza

José Antonio de Mendoza

José Antonio de Mendoza (Galiza, Espanha, 1667Cabo Horn, Chile, 17 de dezembro de 1746) foi um administrador colonial espanhol. Foi vice-Rei do Peru de 4 de fevereiro de 1736 até 15 de dezembro de 1745.

BiografiaEditar

Mendoza era um nativo da Galiza, Espanha[1] e um cavaleiro da Ordem de Santiago. Ele havia sido embaixador de Veneza e vice-rei da Catalunha, quando o rei Filipe V o nomeou vice-rei do Peru em 1735. Ele tomou posse no ano seguinte, aos 68 anos.

Durante sua administração, a guerra entre a Espanha e o Reino Unido novamente eclodiu (a Guerra da orelha de Jenkins, 1739-1748). O vice-rei organizou a defesa do litoral e a melhoria do exército e das milícias. Em 1742, ele enviou uma frota do porto de El Callao para defender a costa do Chile.

Em 1736, Jorge Juan y Santacilia e Antonio de Ulloa, cientistas espanhóis enviados pela Academia Francesa em uma missão científica para medir o grau de um meridiano no equador, chegaram na colônia. (Jorge Juan havia navegado no mesmo navio em Mendoza.) Em seu retorno, eles informaram sobre a desorganização e a corrupção no governo e o contrabando. O relatório foi publicado postumamente sob o título Noticias Secretas de América.

Outra influência francesa sobre a ciência na colônia era Louis Godin, outro membro da expedição meridiana. Ele foi nomeado por Mendoza cosmógrafo chefe.[2] As funções do cosmógrafo chefe incluiam a publicação de almanaques e instruções de navegação. Outros cientistas franceses no Peru neste período foram Charles Marie de La Condamine e Pierre Bouguer.

O Contrabando voltou a aumentar durante este período. A prática era tão lucrativa que os comerciantes estavam dispostos a aceitar os riscos.

Também durante seu mandato, uma revolta indígena ocorreu em Oruro (1739) e outra liderada por Juan Santos Atahualpa eclodiu em 1742 em Oxabamba. Esta última insurreição ganhou o apoio de todas as tribos indígenas, e também entre os mestiços e os espanhóis pobres. O objetivo dos rebeldes era expulsar os espanhóis do Peru. Eles foram incapazes de fazê-lo, mas os espanhóis não foram capazes de derrotá-los.

Em 1740, o Vice-Reino de Nova Granada foi separado do Peru. (Ele tinha se separado antes, 1717-1724, mas apenas temporariamente.) O novo vice-reinado incluía os territórios de Bogotá, Quito, Panamá e Venezuela, e também alguns territórios mais diretamente ligados à Lima - Maynas, Jaén, Tumbes e Guaiaquil.

Mendoza foi afastado do cargo em 1745, e morreu durante a viagem de volta para a Espanha.

Referências