Abrir menu principal

José Carvalho

político português
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde julho de 2017). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Disambig grey.svg Nota: Para o roteirista, veja José Carvalho (roteirista).

José Carvalho (1953 - 1989), foi um destacado militante do Partido Socialista Revolucionário (PSR).

Em 1975, adere aos SUV - Soldados Unidos Vencerão, o qual pretenderia tornar-se num factor de polarização da política nacional.

A 28 de Outubro de 1989, José Carvalho é esfaqueado mesmo à porta da sede do PSR, na Rua da Palma em Lisboa, vindo a falecer.

Tudo terá acontecido quando um grupo de "white skinheads" oriundo da Margem Sul forçou a entrada na sede do partido, onde estava a decorrer um concerto inserido numa campanha antimilitarista promovida pelo PSR. Os militantes tentaram impedir a entrada do grupo, e no meio da confusão e das agressões, José Carvalho cai no chão vítima duma facada no peito.

A Polícia Judiciária faz algumas detenções, enquanto que algumas vozes defendem que o crime teve motivações políticas.

Pedro Grilo, o assassino, seria condenado dois anos depois por todas as instâncias jurídicas, bem como alguns dos seus cúmplices.

Ligações externasEditar