José Gomes de Lima

José Gomes de Lima
Nascimento 12 de novembro de 1930
Morte 21 de março de 2011 (80 anos)

José Gomes de Lima Filho, Zézinho da Boa Viagem (Recife 12 de novembro de 1930 - Rio de Janeiro 21 de Março de 2011) foi um babalorixá brasileiro.

BiografiaEditar

José Gomes de Lima Filho foi iniciado no Candomblé pelas mãos de Tata Fomotinho em 26 de Julho de 1943, época ainda da Segunda Guerra Mundial, e obrigação de sete anos em 14 de Outubro de 1961,[1] fundou o Terreiro de Boa Viagem, Nova Iguaçu, Rio de Janeiro e também fundou e manteve uma casa de candomblé no Paraguai onde iniciou vários filhos de santo.

No total Pai Zezinho da Boa Viagem início mais de 5 mil filhos de santo. E veio a falecer em 21 de Março de 2011 por causa de uma parada cardíaca e falência múltipla dos orgãos em seu apartamento no bairro Copacabana, na cidade do Rio de Janeiro. Deixou inúmeros filhos de santo que perpetuam o axé Djedje Mahim, e que são expoentes e referência da religião em todo Brasil bem como: Mãe Ana Maria de Bessen (herdeira do axé), Doté Antônio D'Amaralina, Doté Luiz de Jagun (in memorian), Dotés Jorges de Odé, Doté Aurélio de Agué, Pegigan José, Ekedy Joyce d'Ogun, Doté Paulo de Odé, Doté Nelson de Logun, Doté Dirceu de Oxalá (in memorian), Mãe Fomo de Obaluwaye (in memorian), Ogã Alexandre Cobra, Ogan Marcus Vinícius D' Osaguian, Mãe Elizabeth de Xangô, Doté Miro de Yemanjá, Carlos de Togbô, Ogan Adilson d'Oxalá "In memorian", Doté Jorge d'Osaguian "In memorian", Doté Álvaro de Yansan, Doté Kamussengue (in memorian), Doté Luiz Sérgio d'Azansú, Mãe Marlizinha de Osun, Ekedy Fly d'Osun, Pai Israel d'Averekety, Mãe Cristina d'Osun, Ogan Vagner de Ogun, Mãe Jurema de Bessen, Mãe Isabel de Odé, Ekedy Marcella de Osun, Doté Aluizio de Azansú, Doté Flávio de Obaluwaye, Mãe Lurdes de Oxalufan, Mãe Cyara de Osain, Doté Gilberto de Legbára, Doté Zé de Xapanan "In Memorian", Mãe Dinicéia de Yansan, Doté Etevaldo de Jagun, Ogan Orifan, Doté Francisco de Azansu, Doné Vilma d'Jagun, Mãe Maria Helena de Azansu, dentre outros, Entre seus netos estão... Yá Maria de Besén, Pai Cláudio de Besén, Doté Sérgio d´Otolúci. Doté Marcelo D´Olissá, Doté Júlio César d'Ogun, Doné Chica, Doné Yara de Osun, Doté Aloizio de Bara, Doté Jorge d'Ogun, Doté Guina de Logun, Doté Jorge d'Osun, Doté Nil d'Osun, Doté Jamilton"Jamil" de Posun "Este iniciado pelos saudosos Dotés Jorge de Osaguian e Zezinho da Boa Viagem", Mejitó Marcelo de Besén, Doté Fábio de Loko, Doné Regina de Yemanjá, Ogan Maycon de Azansu, Mejitó Jaqueline de Besén, Doté Carlinhos d'Obaluwaye, Doté Anderson de Aiyrá, Doté Carlos de Badé, Doté Waldyr D'Ogun, Doté Ademir d'Osun, Doté Larry D'Ogun, Ekedy Gisélia d'Oxóssi, Pejigan Luizinho de Ajunsun, Ogan Paulo d'Oxóssi, Doté Francisco de Bára, Ogan Walter d'Oxóssi"Esposo de Mãe Ana de Besén", Ogan Evandro de Azansu, Wanda de Oyá, entre outros...[2][3]

Referências

  1. «Entrevista com Doté Zezinho da Boa Viagem». Consultado em 28 de fevereiro de 2008. Arquivado do original em 2 de abril de 2008 
  2. «ZEZINHO DA BOA VIAGEM». Consultado em 23 de agosto de 2019 
  3. «Doté Zezinho da Boa Viagem - homenagem». Consultado em 25 de março de 2011 
  Este artigo sobre candomblé é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.