José Martins (encenador)

José Martins (Lisboa, 1952) é um encenador e actor português.[1][2]

Foi fundador do antigo Grupo de Campolide, actual Companhia de Teatro de Almada e do Teatro da Malaposta.

Com o apoio da Câmara Municipal de Viana do Castelo e do Centro Cultural do Alto Minho, fundou em Outubro de 1991 a companhia Teatro do Noroeste - Centro Dramático de Viana.

Trabalhou como Director de actores na NBP (Nicolau Breyner Produções) - TVI.[3]

Como actor participou nas seguintes telenovelas: Filha do Mar; O Olhar da Serpente; A Jóia de África; Queridas Feras e Mistura Fina, para além de uma participação especial na série da TVI Inspector Max.

Como dobrador deu voz à personagem Golias da série animada "As Gárgulas".

Em 2009 encenou duas peças de Teatro para a RTP1 - Teatro em Casa: A Farsa do Doutor Finório de autor anónimo francês do século XV e Um Noivado no Dafundo de Almeida Garrett. Em 2019 encenou ainda Alguém perdeu, interpretando o personagem Leonel Piçarra.

Referências

  1. * «Sociedade Portuguesa de Autores». www.spautores.pt 
  2. * «Encenar a Memória». Entrevista à revista Visão 11 de janeiro de 2011 
  3. Perfil de José Martins no LinkedIn

Ligações externasEditar


  Este artigo sobre um ator é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

[[Categoria:Encenadores de Portugal

{{mais notas