Joseph Hutchinson

biólogo britânico

Joseph Burtt Hutchinson FRS[1] (21 de março de 190216 de janeiro de 1988) foi um biólogo britânico.

Joseph Hutchinson
Nascimento 21 de março de 1902
Morte 16 de janeiro de 1988 (85 anos)
Prêmios Medalha Real (1967)

Foi eleito fellow da Royal Society em março de 1951[1][2] e recebeu a Medalha Real em 1967, "em reconhecimento de seu trabalho de destaque sobre genética e evolução de cultura de plantas com particular referência ao algodão."[3]

Sua candidatura a FRS expressa: "Suas contribuições são destaque entre os avanços que culminaram em uma melhor classificação simplificada do gênero Gossypium sobre uma base genética e uma teoria admiravelmente desenvolvida sobre a evolução das espécies. Seu trabalho é centrado na tradição britânica que, por inspiração teórica notável, combinada com habilidade técnica, colocou o algodão entyre os mais bem estudada lavoura cultivada do mundo. Por seu trabalho genético, junto ao excepcionalmente amplo estudo das variedades de culturas (especialmente o algodão) nas Índias Ocidentais, Índia e África, e das bases científicas da arte do melhoramento prático de plantas."

Recebeu o título de sir em 1956.[1]

Referências

  1. a b c Arnold, M. H. (1 de janeiro de 1991). «Joseph Burtt Hutchinson. 21 March 1902-16 January 1988». Biographical Memoirs of Fellows of the Royal Society. 37 (0). doi:10.1098/rsbm.1991.0014 
  2. «Library and Archive Catalogue». Royal Society. Consultado em 4 de março de 2012 [ligação inativa]
  3. «Royal Medal». Consultado em 4 de março de 2012 


Precedido por
Christopher Cockerell, Frank Yates e John Ashworth Ratcliffe
Medalha Real
1967
com John Zachary Young e Cecil Edgar Tilley
Sucedido por
Gilbert Roberts, Walter Thomas James Morgan e Michael Atiyah


  Este artigo sobre um(a) biólogo(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.