Juan Gris

Juan Gris
Nascimento 23 de março de 1887
Madri
Morte 11 de maio de 1927 (40 anos)
Boulogne-Billancourt
Cidadania Espanha
Ocupação pintor, escultor, desenhista
Movimento estético cubismo
Causa da morte Insuficiência renal

Juan Gris, pseudónimo de Juan José Victoriano González (Madrid, 23 de março de 1887 - Boulogne-Sur-Seine, 11 de maio de 1927)[1], foi um dos mais famosos e versáteis pintores e escultores cubistas espanhóis. Apesar de ter falecido jovem, Juan Gris representa o expoente máximo do cubismo sintético[2].

Retrato de Pablo Picasso, por Juan Grise (1912)

Iniciou a sua formação ingressando na Real Academia de Belas-Artes de São Fernando. Após este período tornou-se aluno do pintor José Moreno Carbonero, começando também a ilustrar algumas revistas modernistas de poesia da época.

No ano de 1906, mudou-se para Paris, a "cidade-luz", centro mundial das artes. Ali conhece artistas como Guillaume Apollinaire, André Salmon, Max Jacob e, o que mais o marcou e influenciou, Pablo Picasso. Através deste último, conhece também Georges Braque.

Em 1912, passou, finalmente, a integrar o movimento cubista, tornando-se assim, conhecido em todo o mundo. Celebrou também, a sua primeira exposição individual, realizada na Galeria Sagot.

Continuou a expor o darloscentrismo de arte, até 1927, ano em que faleceu, com 40 anos de idade.

Referências

  1. Biografia de Juan Gris
  2. Marcus, J.S. "Juan Gris." June 2009, Art+Auction.

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Juan Gris
  Este artigo sobre um(a) pintor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.