Justaposição (gramática)

Em gramática, justaposição é, junto à coordenação e a subordinação, um dos modos de reunir duas orações simples para formar uma oração composta.

À diferença dos outros procedimentos, a justaposição não utiliza nexos, mas sim signos gráficos de pontuação na língua escrita para relacionar duas proposições. Isso faz que, com frequência, seja ambígua e dê lugar a interpretações sintáticas diferentes entre um falante ou outro se o contexto não estiver suficientemente claro ou as pressuposições não sejam muito explícitas.[1]

Exemplos:

  • "Faz desporto, lê, vai ao cinema..."
  • "Joguei ao futebol; lesionei-me"
  • "O juiz fez um sinal; os corredores colocaram-se em seus postos"
  • "O menino chorou; a mãe atendeu-o"
  • "Ele tem noiva; ela tem o cabelo encaracolado"

Referências

  Este artigo sobre linguística ou um linguista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.