Justice (dupla)

Justice é uma dupla de música eletrônica francesa formada por Gaspard Augé e Xavier de Rosnay. O duo ficou famoso pelo seu remix da dupla britânica Simian Mobile Disco, "Never Be Alone", sucesso em todas as pistas no ano de 2006. Além de seus remixes, a banda lançou em 2007 seu primeiro álbum, intitulado (Cross).[1] São famosos pelo seu cenário, que consiste em uma grande cruz branca que brilha todo o show. Em seu mais novo album, o "Woman", além de usar seus icônicos sintetizadores, guitarras e baixos, também está usando violinos e entre outros instrumentos orquestrais com a "London Contemporary Orchestra".

Justice
Gaspard Augé (esquerda) e Xavier de Rosnay
Informação geral
Origem Paris
País  França
Gênero(s) Eletrônica
House
Electro house
French house
French touch
Dance-punk
Rock eletrônico
Synthpop
Nu-disco
Electro Funk
Período em atividade 2003 - atualmente
Gravadora(s) Ed Banger Records.
Integrantes Gaspard Augé
Xavier de Rosnay
Página oficial http://justice.church/

Além das influências de disco e funk da electro house, o estilo de Justice tem alguma influência de heavy metal.[2] Justice combina linhas de baixo cortadas ou batidas com sons de sintetizadores compactados e distorcidos.

DiscografiaEditar

Álbuns de estúdioEditar

Álbuns ao vivoEditar

SinglesEditar

EPEditar

ColetâneasEditar

VideoclipesEditar

RemixesEditar

FilmografiaEditar

Performances ao vivoEditar

Cada um dos álbuns de estúdio teve uma turnê ao vivo, com cada um tendo sua própria configuração de equipamento ao vivo. O equipamento mudou de turnê para turnê, mas permaneceu centralizado em torno do Ableton Live.

A Cross the Universe TourEditar

A cross the universe foi a turnê do primeiro álbum da dupla "" (Cross), além do álbum ao vivo gravado em alguma parte dos EUA, também foi lançado um documentário mostrando como foi a turnê pelo backstage.

Em cada lado do "Valentine" (um suporte de sintetizador modular não-funcional com a cruz em destaque) estão 9 amplificadores Marshall empilhados, somando um total de 18. Os amplificadores não são funcionais e servem apenas de uma decoração de seu concerto. Sua configuração de DJ anteriormente incluía dois Pioneer CDJ-1000MK3s e um Pioneer DJM800, mas desde a turnê de lançamento do A Cross the Universe, Justice tem usado o Ableton Live controlado por um AKAI MPD24 e um Pioneer DJM800 para seus sets de DJ.

Access All Arenas TourEditar

Na turnê Access All Arenas, que acompanhou o lançamento do Audio, Video, Disco, a configuração ao vivo do Justice expandiu-se para fazer uso de efeitos de iluminação mais complexos. A adição deste novo conjunto de iluminação foi feita com a restrição artística de que nenhuma tela de vídeo seja usada. A iluminação envolveu um uso despojado e ousado de cores básicas, de modo a distrair minimamente a performance musical em si.

O equipamento de áudio também foi usado em um console do Ableton Live, vários DJM800s da Pioneer para o suíte de mixagem no palco, um Minimoog Voyager e um número mínimo de outros controladores MIDI. Um teclado de 88 teclas foi escondido dentro de "Valentine" (ainda a peça central destaque do palco), que foi revelado em pontos durante o show em que Gaspard ou Xavier tocaria certas partes de piano ou órgão do setlist.

Woman WorldwideEditar

Justice começou a trabalhar em sua turnê Woman Worldwide no momento em que terminou a produção de seu terceiro disco Woman, em junho de 2016, cinco meses antes do lançamento do album. A turnê realizou mais de trinta shows.[3] Em 2018, a dupla lançou o album Woman Worldwide, que reúne adaptações de suas apresentações ao vivo durante a turnê.[4]

PrêmiosEditar

Na 51ª edição do Grammy, a dupla recebeu o Prêmio Grammy de Melhor Gravação Remixada pelo remix de "Electric Feel" da dupla americana MGMT.[5] No Grammy Awards de 2019, ganhou um prêmio na categoria Melhor Álbum de Dance/Eletrônico, pelo álbum Woman Worldwide.[6]

Referências

  1. «Breaking Artist: French DJ Duo Justice Crosses the Atlantic With Body-Rocking Debut Album» . Rolling Stone. 6 de junho de 2007. Consultado em 14 de janeiro de 2021 
  2. Chinen, Nate (22 de outubro de 2007). «To Everything (Churn, Churn, Churn) There's Techno (Published 2007)». The New York Times (em inglês). ISSN 0362-4331. Consultado em 14 de janeiro de 2021 
  3. «Justice's 'Woman Worldwide' Celebrates a Decade of Music 'As It's Meant To Be'». Billboard (em inglês). Consultado em 13 de fevereiro de 2021 
  4. «Justice disponibiliza seu novo álbum, "Woman Worldwide" | Notícias». Universal Music Brasil. Consultado em 13 de fevereiro de 2021 
  5. «Justice cement their legacy as one of the greatest dance acts of all time with Grammy Award for Best Electronic Album». Dancing Astronaut (em inglês). 11 de fevereiro de 2019. Consultado em 13 de fevereiro de 2021 
  6. Canhisares, Mariana (10 de fevereiro de 2019). «Grammy 2019 | Os vencedores da premiação». Omelete. Consultado em 14 de janeiro de 2021 

Ligações externasEditar