Abrir menu principal
Kabru
Monte Kabru Sul, visto de sul, de Dzongri (Sikkim)
Kabru está localizado em: Nepal
Kabru
Localização
Coordenadas 27° 38' 6" N 88° 7' 6" E
Altitude 7412 m (24318 pés)
Posição: 8
Proeminência 780 m
Localização Fronteira Índia-Nepal
Cordilheira Himalaia
Primeira ascensão 1883 por William Woodman Graham, Boss Emile e Kaufman Ulrich
Rota mais fácil Escalada em neve/gelo

Kabru é uma montanha no Himalaia, na fronteira da Índia com o leste do Nepal. É parte de uma cordilheira que se estende ao sul do Kangchenjunga o pico é de 7412 metros.[1].

Os picos vistos do Goecha La.
Os picos vistos de Darjeeling.

É a montanha com mais de 7000 m de altitude mais meridional.

É uma cadeia de vários picos de norte a sul entre Talung norte (7349 m) e Rathong (6682 m) ao sul. Existe alguma confusão sobre o número e os nomes que destas cimeiras:

  • Elizabeth Hawley e Richard Salisbury[2] citam três picos: o Kabru principal (7412 m), o cume norte (7338 m) e o cume sul (7318 m), que devem ser adicionados a cúpula do Kabru (Kabru Dome, 6600 m), localizada inteiramente na Índia.
  • Kev Reynolds cita quatro picos de norte a sul: o Kabru norte, o Kabru IV, o Kabru III, e o Kabru sul (ou Kabru I), o mais o Dome Kabru 3 .
  • No L'Himalayan Index do Clube Alpino Francês são quatro cimeiras: [3]
O Kabru II (ou Kabru norte), 7412 m, lat. 27°37'48", long. 88°6'36".
O Kabru III (também chamado Kabru IV), 7353 m, lat. 27°37'12", long. 88°06'36"
O Kabru IV (também chamado Kabru III), 7318 m, lat. 27°36'36", long. 88°06'00"
O Kabru Sul (ou Kabru I), 7317 m, lat. 27°36'00", long. 88°06'36"
E o Domo Kabru, 6600 m, lat. 27°34'48", long. 88°12'36".

A primeira ascensão foi reivindicada por William Woodman Graham, Boss Emile e Kaufman Ulrich em 1883, na primeira expedição ao Himalaia puramente dedicada ao montanhismo. Esta escalada foi posta em duvida e até recentemente foi muitas vezes considerado que Graham e seus companheiros tinham realmente subiu um pico menor (talvez o pico Forked ), mas os comentadores recentes acreditam que há não há razões sérias para duvidar.[4] Eles, portanto, detinham o recorde de altitude em montanhismo até 1909, e o cumes de montanha até 1930.

Em 1906, dois jovens noruegueses, Carl Rubenson e Monrad-Aas chegaram a cerca de vinte metros abaixo do topo [5]. Reginald Cooke atingiu a cimeira do Norte em 1935,[6] que permaneceu como a maior subida solo até Hermann Buhl escalar sozinho o Nanga Parbat em 1953.[7]

Em 2004, uma equipe de alpinistas da Sérvia tentou sem sucesso escalar a montanha. Uma série de avalanches forçou o grupo a desistir de seu objetivo.[8].

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Kabru

BibliografiaEditar

  • Major A. Abbey, « Kabru - Mountain of the Gods » The Himalayan Journal, Vol. 52, 1996
  • Harish Kapadia, Across peaks & passes in Darjeeling & Sikkim Indus Publishing, 2001 [1]

ReferênciasEditar

  1. Mapa da região do Kangchenjunga
  2. (em inglês) Elizabeth Hawley et Richard Salisbury, The Himalaya by the Numbers - A Statistical Analysis of Mountaineering in the Nepal Himalaya, septembre 2007, Arquivos da expedição de Elizabeth Hawley, Himalayan database
  3. http://www.alpine-club.org.uk/hi/screen2c_2.php
  4. (em inglês) PDFlink sem parâmetros PDF Willy Blaser et Glyn Hughes, « Kabru 1883 - A Reassessment », The Alpine Journal, 2009
  5. PDFlink sem parâmetros PDF Eva Selin, « Carl Rubenson, Kabru and the birth of the Norwegian AC », Alpine Journal, 2008, pp.257-264
  6. C. R. Cooke, « The Ascent of Kabru », The Himalayan journal, volume 6, 1936
  7. (em inglês) Maurice Isserman, Fallen Giants, Yale University Press, 2008, p. 197
  8. (em inglês) PDFlink sem parâmetros PDF « West Face of Kabru IV », Nepali Times n°194, 30 abril - 6 maio 2004

NotasEditar

  • Texto inicialmente baseado na tradução dos artigos «Kabru » na Wikipédia em inglês e «Kabru » na Wikipédia em francês.