Abrir menu principal
Kanchenjunga
O Kanchenjunga visto de Gangtok
Kanchenjunga está localizado em: Planalto tibetano
Kanchenjunga
Coordenadas 27° 42' N 88° 8' E
Altitude 8586 m (28169 pés)
Posição: 3
Proeminência 3922 m
Posição: 30
Cume-pai: Monte Everest
Isolamento 124 18 km
Listas 8000s
Ponto mais alto de um país
Ultra
Localização fronteira Flag of Nepal.svg Nepal/ Índia
Cordilheira Himalaia
Primeira ascensão 25 de maio de 1955 por George Band e Joe Brown
Rota mais fácil escalada por neve/gelo, via normal

O Kanchenjunga é a terceira montanha mais alta do mundo, com 8586 m de altitude. Está situada na cordilheira do Himalaia, na fronteira entre o Nepal e a Índia. É a montanha mais alta da Índia. Tem 3922 de proeminência, e isolamento topográfico de 124,18 km.[1]

DescriçãoEditar

De 1838 até 1849, acreditava-se que o Kanchenjunga era a mais alta montanha do mundo, pois desconhecia-se a altitude do monte Everest e do K2. É uma enorme massa montanhosa com muitos cumes satélite emergindo da sua aresta gelada. Está situada na fronteira do Nepal e Sikkim, a apenas 46 milhas a noroeste de Darjeeling. É a mais oriental das grandes montanhas de 8000 metros dos Himalaias.

Várias são as origens do nome Kangchenjunga, mas na sua tradução literal corresponde à expressão Os 5 Tesouros da Grande Neve, como referência aos seus cinco picos que nascem dos seus glaciares, ou aos cinco tesouros que os deuses guardam nesta montanha: ouro, prata, cobre, trigo e os livros sagrados.

Ascensões de montanhismoEditar

 
Kangchenjunga 3D

Esta montanha só foi escalada com sucesso em 1955, por Joe Brown e George Band (expedição britânica) tendo sido tentada pela primeira vez logo em 1905, onde quatro membros de uma expedição internacional morreram numa avalanche. Avalanches e aluimentos de neve são comuns nesta área, a qual recebe grandes precipitações durante todo ano. Por esta montanha ser considerada, para os habitantes da região (o povo do Sikkim), um lugar sagrado, as primeiras expedições quedavam-se, de forma voluntária, a alguns metros do cume. A segunda ascensão foi realizada por uma equipa liderada pelo coronel indiano Narinder Kumar em 1977. Esta montanha é considerada pela maioria dos alpinistas a mais difícil do mundo de ascender, a par do K2. Em 1986 o brasileiro Otto Guilherme Gerstenberger Junior e Johann Krigeer (Sul Africano chegam ao cume sem uso de oxigênio.

O primeiro português a atingir o seu cume foi Gonçalo Velez, em 15 de Maio de 2001. Em 2006 os alpinistas portugueses João Garcia e Tozé Coelho realizam uma expedição com o objetivo de ascender a esta montanha. Esta expedição insere-se no âmbito do projeto À conquista dos Picos do Mundo, onde João Garcia pretende escalar (sem recurso a oxigénio, e entre 2006 e 2010) oito das catorze montanhas com mais de oito mil metros de altitude, totalizando assim em 2010 os catorze cumes. No dia 22 de Maio de 2006 João Garcia atingiu o cume desta montanha, sem recurso a oxigénio artificial. António (Tozé) Coelho sofreu duas semanas antes uma apendicite aguda e foi forçado a retirar-se.

O Kanchenjunga na literaturaEditar

  • Em The Epic of Mount Everest, publicado pela primeira vez em 1926, Sir Francis Younghusband escreve: "Como beleza natural Darjeeling é decerto inultrapassável no mundo. De todos os países chegam viajantes para ver o Kangchenjunga, 28.150 [sic] pés de altitude, apenas a 40 milhas de distância. Darjeeling está a 7.000 [sic] pés acima do nível do mar e numa floresta de carvalhos, magnólias e rododendros, laurácias e sicâmoros."
 
O Kanchenjunga ao nascer do dia, visto de Tiger Hill, Darjeeling.
  • Em Filhos do Éden - Anjos da Morte , publicado pela primeira vez em 2013, o autor Eduardo Spohr destreve na narrativa de um dos seus personagens escreve: "O descreve no livro como local a onde fica uma estação dos atlantes apelidaram de posto de controle (a cidade sobre o mundo)."

Referências

  1. Peakbagger.com. «Kangchenjunga, India/Nepal». Consultado em 19 de abril de 2018 


Os catorze picos com mais de oito mil metros de altitude
1.     Everest 8 844 m
2.    K2 8 611 m
3.     Kanchenjunga 8 586 m
4.     Lhotse 8 516 m
5.     Makalu 8 462 m
6.     Cho Oyu 8 201 m
7.   Dhaulagiri 8 167 m
8.   Manaslu 8 156 m
9.   Nanga Parbat 8 125 m
10.   Annapurna 8 091 m
11.    Gasherbrum I 8 068 m
12.    Broad Peak 8 047 m
13.    Gasherbrum II 8 035 m
14.   Shishapangma 8 013 m