Karel van Mander

Karel van Mander ou Carel van Mander (Meulebeke, maio de 1548Amsterdã, 11 de setembro de 1606), foi um pintor flamengo, poeta e biógrafo de Flandres Ocidental.

Karel van Mander
Nascimento maio de 1548
Meulebeke
Morte 11 de setembro de 1606 (57–58 anos)
Amesterdão
Sepultamento Oude Kerk
Cidadania Países Baixos do Sul, República das Sete Províncias Unidas dos Países Baixos
Filho(s) Karel van Mander
Irmão(s) Adam van Mander
Ocupação historiador da arte, pintor, escritor, poeta, biógrafo
Obras destacadas The Flood, The Adoration of the Shepherds, The Continence of Scipio
Movimento estético maneirismo
Karel van Mander

Estudou com Lucas de Heere, em Ghent, e em 1568-1569, com Pieter Vlerick, em Kortrijk. Viveu em Roma de 1574 a 1577, onde se diz que tenha descoberto as catacumbas. Passou por Viena, onde, junto com o escultor Hans Mont, criou um arco triunfal para a entrada do Imperador Rodolfo I.

Depois das desgraças da guerra e da peste, ele se estabeleceu em Haarlem, onde, junto com Goltzius Hendrik e Cornelis van Haarlem, abriu uma famosa academia de pintura. Escreveu uma grande obra com a biografia de pintores da época, chamada Schilderboeck, comparável a de Giorgio Vasari.

Ver tambémEditar

 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Karel van Mander

Ligações externasEditar