Abrir menu principal


Kazimieras Buga (Pažiegė, 6 de novembro de 1879 - 2 de dezembro de 1924) [1] foi um filólogo e linguista Lituano. Foi professor de língua, devotou-se ao estudo da linguística comparativa do Indo-Europeu e da língua lituana[2]

Nasceu em Pažiegė, perto Dusetos, naquela época parte do Império Russo. Entrou na Universidade Estatal de São Petersburgo em 1905. Depois da formatura, em 1912 continuou a sua pesquisa da linguística comparativa indo-europeia sob a supervisão de Jan Baudouin de Courtenay e, após receber uma bolsa de estudos em 1914, em Kaliningrado sob a direcção de Adalbert Bezzenberger. Em 1916 obteve um mestrado em lingüística e formou-se como professor. Voltou para Lituânia em 1920. De 1922 era praticamente o único professor de Báltico e linguística indo-europeus na Universidade de Kaunas[3], fundada naquele ano[4]. As difíceis condições de vida e o trabalho constante enfraqueceram a sua saúde. Foi levado para Königsberg para receber tratamento médico, onde morreu. Ele está enterrado em Kaunas, onde morreu. Está enterrado em Kaunas.[5]

Escreveu para a imprensa a gramática de seu primeiro professor, K. Jaunius, Lietuviu kalbos gramatika (Gramática da língua lituana), publicado 1908-1911, e também a traduziu em russo, que acabou de publicar-se em 1916.[6]

Investigou os nomes compostos lituanos e mostrou que eram mais antigos do que pensava-se anteriormente, descobriu as formas corretas dos nomes dos príncipes de Lituânia. Com base em nomes de lugares e nomes de rios determinou que o território habitado pelos lituanos e outros povos bálticos no século IX chegou ao norte de Ucrânia. Também estudou o momento da recepção de empréstimos eslavos no lituano[7]

Identificou nomes de origem báltica em vários rios da Alemanha Oriental, mais tarde a pesquisa arqueológica confirmou a presença de povoadores bálticos na região por volta de 1500 a. C. [8]

Encontrou em cronicas medievais alemães e polonesas numerosos casos em que os prussianos e lituanos são chamados Getes, ou seja, getas ou godos. [9]

Produziu a sua mais importante obra no campo da lexicografia com matéria que começou a reunir em 1902, deu-se completamente a este trabalho em 1920, quando o ministro da educação lituano encomendou-lhe para escrever um dicionário, antes da sua morte, foi publicado o primeiro fascículo do Dicionário da língua lituana (Lietuvių žodynas kalbos). [10]

Referências

  1. (em Inglês) e-before / Encyclopædia Britannica
  2. (em Inglês Kazimieras Būga Encyclopedia Lituanica I-VI, Boston, 1970-1978, publicado em The Lithuanian Word por o Seimas, Comissão das Tradições e do Património da Lituanística.
  3. (em Inglês) Kazimieras Buga Encyclopedia Lituanica I-VI, Boston, 1970-1978, publicado en The Lithuanian Word por Seimas, Comissão das tradições e do património de Lituanística.
  4. (em Inglês) Encyclopædia Britannica Arquivado em 24 de dezembro de 2017, no Wayback Machine.
  5. (em inglês)  Kazimieras Buga Encyclopedia Lituanica I-VI, Boston, 1970-1978, publicado em The Lithuanian Word por Seimas, a Comissão das Tradições e do Patrimônio da Lituanística.
  6. (em inglês)  Kazimieras Buga Encyclopedia Lituanica I-VI, Boston, 1970-1978, publicado em The Lithuanian Word por Seimas, a Comissão das Tradições e do Patrimônio da Lituanística.
  7. (em inglês) Kazimieras Būga Encyclopedia Lituanica I-VI, Boston, 1970-1978, publicado em The Lithuanian Word por o Seimas, Comissão das Tradições e do Património da Lituanística.
  8. Kilian, I., Das Siedlungsgebiet del Bailen in der alteren Bronzezeit, Alt-Preussen, 3: 4, 1939. Puzinas Cf., J., Rinktiniai Raštai, t. II, p. 339. Citado por Rosales, J., Los godos Barcelona, ​​2004, p. 303.
  9. Kazimieras Buga, Rastai t. III, pp. 135-136. Citado por Rosales, J., Los godos Barcelona, ​​2004, p. 30.
  10. (em Inglês) Kazimieras Buga Encyclopedia Lituanica I-VI , Boston, 1970-1978, publicado em The Lithuanian Word por Seimas, Comissão das Tradições e do Património da Lituanística.

Ligações externasEditar

  • (Inglês) Kazimiero Bugos MEMORIALINIS Muziejus