Abrir menu principal
Kebnekaise
O Kebnekaise e o seu glaciar
Kebnekaise está localizado em: Suécia
Kebnekaise
Localização na Suécia
Coordenadas 67° 53' N 18° 33' E
Altitude 2 096,8 m
Proeminência 1750 m
Isolamento 756,68[1] km
Listas Ponto mais alto de um país
Ultra
Localização município de Quiruna, Lapónia ( Suécia)
Cordilheira Alpes Escandinavos
Primeira ascensão 1883 por Charles Rabot
Rota mais fácil caminhando pelo gelo

O Kebnekaise (do lapão Giebmegáisi ou Giebnegáisi, "Cumeada") é a mais alta montanha da Suécia.[2][3]

O maciço do Kebnekaise, que faz parte dos Alpes Escandinavos, tem dois picos: O Sydtoppen ("Topo do Sul"), com 2095.6 m e permanentemente coberto por um glaciar, e o Nordtoppen ("Topo do Norte") com 2 096,8 m e rochoso. [4][5]

O Kebnekaise situa-se na Lapónia, a cerca de 150 km a norte do Círculo Polar Ártico a oeste de Quiruna, perto do trilho de trekking de Kungsleden, entre o parque nacional de Abisko e Nikkaluokta.

Na Europa, não existem montanhas mais altas mais a norte. Do cume vê-se o território sueco e o norueguês. Diz-se que 9% da área da Suécia é visível do topo do Kebnekaise, ou seja, mais de 40 000 km² – o que equivale à área dos Países Baixos.[carece de fontes?]

Ao início da tarde de 15 de março de 2012, um avião militar norueguês (Lockheed Martin C-130J Super Hercules), vindo de Evenes (na Noruega) e tendo Quiruna como destino, despenhou-se sobre o flanco ocidental, matando todas cinco pessoas a bordo.

Referências

  1. Peakbagger.com. «Kebnekaise, Sweden». Consultado em 18 de abril de 2018 
  2. Ernby, Birgitta; Martin Gellerstam, Sven-Göran Malmgren, Per Axelsson, Thomas Fehrm (2001). «Kebnekaise». Norstedts första svenska ordbok (em sueco). Estocolmo: Norstedts ordbok. p. 303. 793 páginas. ISBN 91-7227-186-8 
  3. Miranda, Ulrika Junker; Anne Hallberg (2007). «Kebnekaise». Bonniers uppslagsbok (em sueco). Estocolmo: Albert Bonniers Förlag. p. 482. 1143 páginas. ISBN 91-0-011462-6 
  4. Johan Juhlin e Therese Bergstedt. «Tronskifte på Kebnekaise: Här är Sveriges högsta punkt – just nu». SVT Nyheter (Notícias da Televisão da Suécia) (em sueco). Consultado em 5 de setembro de 2019 
  5. AUTOR. «Pico perde o título de mais alto da Suécia. Motivo: aquecimento global» (em portugês). Planeta. Consultado em 10 de setembro de 2019 

Ligações externasEditar