Abrir menu principal
Kim Marques
Informação geral
Origem Belém, Pará Pará
País  Brasil
Gênero(s) Brega pop
Ocupação(ões) Cantor, compositor
Período em atividade presente

Kim Marques é um cantor e compositor de música popular brasileira.[1] [2]

Nascido em Cametá no estado do Pará, Joaquim Farias Marques, hoje mais conhecido como Kim Marques, sempre teve afinidade com os palcos, essa paixão pela música é herança do avô, Tiago Marques, que era maestro e autor de diversas marchinhas de carnaval. 

Aos 14 anos, Kim compôs sua primeira canção e entrou no mundo da música apresentando-se ainda adolescente ao lado de bandas da sua cidade. Em 1991, mudou-se para Belém e começou a tocar em bares nos finais de semana, além de somar participações na escola de samba “Quem são eles” e no movimento evangélico  “Louvor Norte”.

O Primeiro CD da carreira foi lançado em 1996, intitulado de “A Dança do Brega”, com mais de 70 mil copias vendidas, tendo muita repercussão nas rádios do norte e nordeste do Brasil.

O Segundo foi em 1998, com o titulo de “O Laranja”, o álbum também teve uma grande aceitação do público. Neste CD várias faixas fizeram sucesso entre elas “Brega Carimbó”, uma mistura de ritmos como o próprio nome já diz.

O Terceiro CD da carreira de Kim foi lançado em 2000, intitulado de “Beija-flor”, a idéia principal do álbum foi valorizar a música folclórica regional e mostrar as diversas facetas do estado, explorava a sonorização do retumbão.

O Quarto CD de Kim foi lançado em 2002, intitulado de “Kim Marques e Banda”, com ritmos dançantes e românticos. O álbum fez sucesso com a música “Tempo pra Pensar“.

O Quinto CD do artista foi feito em parceria com a Banda Parakaliente, marcando o inicio de uma nova fase na carreira. Intitulado de “Kim Marques e Banda Parakaliente Ao Vivo”, o CD foi lançado em 2004, composto por músicas mais dançantes e por diversos estilos como: carimbó, cúmbia, calypso, zoouk e lambada.

O Sexto CD foi lançado em 2006, Intitulado de “Kim Marques e Banda Parakaliente, do coração da Amazônia para o Brasil”. O álbum teve músicas gravadas no estilo calypso e entre os sucessos estavam às músicas “Triste Dia” e “Cara de Pau”.

O Sétimo CD foi lançado em 2008, Intitulado de “Kim Marques e Banda Parakaliente, Caboclo da Amazônia”, com músicas gravadas em vários estilos. O CD fez muito sucesso, inclusive elogiado pela crítica local. Destacaram-se varias musicas como: Caboclo da Amazônia, MSN, Êxtase e Parakaliente.

Em 2009, Kim compartilhou com todo Brasil um pouco da cultura regional através do seu 1º DVD e também mostrou que a Amazônia não é rica somente de natureza, mas também de cultura e de artistas muito competentes. O DVD foi gravado no dia 07 de fevereiro de 2009. Kim conta que foi a realização de um sonho. O show foi composto por músicas de diversos estilos, como: lambada, carimbó e o calypso. Também não pode fica de fora o estilo romântico do cantor, um exemplo disso foi à música Beija-Flor, que conquistou o coração dos casais apaixonados. Kim também apresentou ao público varias canções inéditas nos mais diversos ritmos, além de varias participações especiais de vários artistas que fizeram e fazem parte da história do artista como: Banda Calypso, Banda Parakaliente (Kelly Paiva), Diogo, Edílson Moreno, Nelsinho Rodrigues e Alberto Moreno.

Em 2013 um novo trabalho surgiu, com uma nova roupagem dos bregas antigos e músicas dançantes também no estilo arrocha. O CD EP  foi intitulado de “Pra Sempre Apaixonado”.

O cantor paraense Kim marques é conhecido por ser um dos maiores e melhores compositores do Pará, com mais de 350 canções gravadas por artistas de renome, em 17 anos de carreira.

Kim é considerado um dos precursores do ritmo calypso, teve a carreira marcada por um flerte com estilos regionais. O artista sempre fez seus trabalhos mesclando o calypso, carimbó, brega, lambada entre outros estilos.

São 21 anos de trabalho e mais de 200 mil discos vendidos pelas regiões norte e nordeste, e compor sucessos de bandas como: Banda Calypso, Cia do Calypso, Amor Perfeito, Sayonara, Parakaliente, entre outras, e cantores como: Wanderley Andrade, Diogo, Alberto Moreno entre outros artistas. 

DiscografiaEditar

  • (2002) Kim Marques
  • (1998) Kim Marques
  • (1996) Kim Marques

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar

Notas e Referências

  1. «Biografia no Cravo Albin». dicionariompb.com.br. Consultado em 17 de dezembro de 2013 
  2. «Kin Marques». producaocultural.org.br. Consultado em 17 de dezembro de 2013 
  Este artigo sobre um(a) cantor é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.