Kuch Kuch Hota Hai

filme de 1998 dirigido por Karan Johar

Kuch Kuch Hota Hai (Tradução Literal: Alguma Coisa Acontece; Tradução Brasileira: Quando Surge o Amor)[1], também representado pelas iniciais KKHH, é um filme indiano de 1998 que lançou Karan Johar como escritor e diretor. O filme é estrelado pelos astros de Bollywood Shah Rukh Khan, Kajol e Rani Mukerji e conta com a participação especial de Salman Khan.


Kuch Kuch Hota Hai
Quando Surge o Amor (BRA)
 Índia
1998 •  cor •  185 min 
Direção Karan Johar
Produção Yash Johar
Elenco Shahrukh Khan
Kajol
Rani Mukerji
Salman Khan
Distribuição Yash Raj Films
Lançamento 16 de outubro de 1998 (1998-10-16)
Idioma hindi

SinopseEditar

Rahul Khanna (Shah Rukh Khan) perde sua esposa, Tina (Rani Mukerji), depois que ela dá à luz a sua filha, Anjali Khanna. Com a ajuda da sua mãe Rahul criou a filha. Antes de vir a falecer, Tina escreveu oito cartas para a filha, para serem entregues a ela em cada aniversário. Quando seu oitavo aniversário chega, Anjali lê a última e mais importante carta que sua mãe lhe deixou, essa carta conta a história de Rahul, Tina e Anjali Sharma (Kajol).

O filme em um momento de flashback e volta para o St. Xavier's College, onde Rahul é o melhor amigo da travessa Anjali Sharma. Tina, a filha rica e atraente do diretor da faculdade, Sr. Malhotra, chega a St. Xavier e torna-se amiga de Rahul e Anjali. Rahul constatemente tenta flertar com Tina para conquistá-la. Com o passar do tempo, eles se apaixonam. Depois de Rahul afirmar que "amor significa amizade" (frase de destaque no filme e que ficou famosa na Índia), Anjali lentamente começou a perceber que estava apaixonada por Rahul. No entanto, quando ela decidiu confessar seus sentimentos, Rahul revelou que estava apaixonado por Tina. Arrasada e com o coração partido, Anjali decide deixar a faculdade.

Retornando ao presente, Tina explica em sua carta que percebeu que ela pode ter sido o motivo de Rahul e Anjali Sharma não terem ficado juntos. Agora que Rahul está sozinho, Tina pede a sua filha que ela una Rahul e Anjali, trazendo de volta o amor e amizade perdida dele. Anjali, a filha, pede a ajuda de seus avós para tentar cumprir essa tarefa, que topam a missão. Eles só não contavam que a outra Anjali, a amiga do Rahul, estaria noiva do Aman (Salman Khan).

ElencoEditar

  • Shah Rukh Khan como Rahul Khanna
  • Kajol como Anjali Sharma
  • Rani Mukerji como Tina Malhotra/Khanna
  • Salman Khan como Aman Mehra
  • Sana Saeed como Anjali Khanna, filha de Tina e Rahul
  • Farida Jalal como Sra. Savitha Khanna, mãe de Rahul
  • Anupam Kher como Diretor Malhotra, pai da Tina
  • Archana Puran Singh como a Sra. Braganza
  • Reema Lagoo como Sra. Sharma, mãe da Anjali
  • Himani Shivpuri como Rifat Bi
  • Johnny Lever como Coronel Almeida
  • Parzan Dastur como Silent Sardarji
  • Neelam Kothari como Neelam, apresentadora do programa de TV

ProduçãoEditar

DesenvolvimentoEditar

Karan Johar estava certo desde o início que queria escalar Shah Rukh Khan para o papel principal, tendo-o observado durante a produção do clássico indiano Dilwale Dulhania Le Jayenge.  Demorou mais para preencher o papel de Tina. O papel foi escrito com Twinkle Khanna em mente, mas ela recusou.​[2]  Outras atrizes como Aishwarya Rai e Karisma Kapoor receberam a oferta do papel, mas também recusaram.[3]  Aditya Chopra e Shah Rukh Khan notaram a atuação de Rani Mukerji em Raja Ki Aayegi Baraat, e a sugeriu a Karan Johar. Ele assim a contratou, impulsionando sua carreira.[4][5] Saif Ali Khan, Ajay Devgn e outros receberam inicialmente o papel de Aman, mas todos eles recusaram, o que levou Johar a contratar Salman Khan.[6]

Johar, que também é figurinista, queria estabelecer um novo nível de estilo no cinema indiano com este filme. Ele e seu amigo Manish Malhotra, o figurinista do filme, viajaram a Londres para comprar figurinos, para desespero de seu pai que também era o produtor pois estava preocupado com o orçamento. Muitos dos figurinos do filme exibiam logotipos de designers como DKNY e Polo.[7]  Além da moda dos estilistas, Johar também criou um mundo um tanto fantástico onde os alunos falavam Hinglish (mistura de Hindi e Inglês) e desfrutam de um campus universitário imaculado, onde não há crime ou ódio, e os valores tradicionais do hinduísmo são generalizados[6]. Johar também contratou Farah Khan para fazer a coreografia, Jatin-Lalit para fornecer a música, Santosh Thundiyil como diretor de fotografia e Nikhil Advani como seu diretor associado. Shabina Khan ajudou Manish Malhotra com o figurino.

FilmagensEditar

As filmagens tiveram início em 21 de outubro de 1997. A equipe era jovem e inexperiente ao ponto de Shah Rukh Khan ter que explicar detalhes técnicos básicos da filmagem.[8] O filme inteiro foi rodado em nove meses e meio[9][8] com uma grande parte filmado nas Ilhas Maurício.[10][8]  A canção-título foi gravada em vários locais pitorescos na Escócia[8][11],  incluindo Eilean Donan, Glen Coe, Loch Lomonde o Castelo Tantallon com o Bass Rock próximo como plano de fundo em uma cena.[8][12]  As cenas do acampamento de verão em Shimla foram filmadas em Wenlock Downs em Ooty, Tamil Nadu.[13]

Durante a sequência da bicicleta na canção "Yeh Ladka Hai Deewana", Kajol perdeu o controle de sua bicicleta, caiu de cara no chão e ficou inconsciente e também machucou o joelho. Durante o bastidores promocionais do especial de TV Kuch Kuch Hota Hai, Kajol disse que o acidente foi sua parte mais memorável nas filmagens porque ela não se lembra dele.  Durante a preparação para a cena de reencontro onde os dois protagonistas se veem depois de mais de 8 anos separados, o diretor disse a eles para improvisar e ensaiar as reações que poderiam usar, mas ele secretamente as gravou e ficou tão satisfeito com o resultado que foi colocado no filme.[14]

Trilha SonoraEditar

Algo bem peculiar dos filmes indianos são as trilhas sonoras que compõe o filme, sendo elas parte integrada do enredo. A trilha sonora de Kuch Kuch Hota Hai foi composta por Jatin-Lalit e as letras foram escritas por Sameer. Esta foi a primeira colaboração da dupla com Karan Johar. Foi lançado pelo selo Sony Music em 12 de setembro de 1998.[15] O álbum se tornou a trilha sonora de Bollywood mais vendida do ano.[15][16]  A trilha sonora completa ficou em segundo lugar em pesquisa semelhante conduzida pela BBC , sendo o primeiro lugar ocupado por Dilwale Dulhania Le Jayenge, álbum também composto por Jatin-Lalit.[17]

BilheteriaEditar

O filme arrecadou ₹ 80,12 crore (US $ 11 milhões) na Índia e US $ 6,3 milhões ( ₹ 26,61 crore ) em outros países, para um total mundial de ₹ 1,06 bilhão (US $ 15 milhões), contra a sua ₹ 10 crore (US $ 1,4 milhões) do orçamento , e se tornou o terceiro filme a arrecadar mais de 1 bilhão de dólares (US $ 14 milhões) em todo o mundo depois de Hum Aapke Hain Koun..! e Dilwale Dulhania Le Jayenge.

ReferênciaEditar

  1. «Quando Surge o Amor». www.cinedica.com.br (em inglês). Consultado em 12 de novembro de 2020 
  2. «Rani, the 'replacing' queen! - Times of India». The Times of India (em inglês). Consultado em 12 de novembro de 2020 
  3. «Rani, the 'replacing' queen! - Times of India». The Times of India (em inglês). Consultado em 12 de novembro de 2020 
  4. «Karan Johar to direct Aishwarya, Ranbir and Anushka in 'Ae Dil Hai Mushkil' - Times of India». The Times of India (em inglês). Consultado em 12 de novembro de 2020 
  5. «When Karan Johar had to beg Salman Khan, Rani Mukerji for 'Kuch Kuch Hota Hai' - Times of India». The Times of India (em inglês). Consultado em 12 de novembro de 2020 
  6. a b «When Karan Johar had to beg Salman Khan, Rani Mukerji for 'Kuch Kuch Hota Hai' - Times of India». The Times of India (em inglês). Consultado em 12 de novembro de 2020 
  7. Chopra, Anupama (2 de outubro de 2007). King of Bollywood: Shah Rukh Khan and the Seductive World of Indian Cinema (em inglês). [S.l.]: Grand Central Publishing 
  8. a b c d e Chopra, Anupama (2 de outubro de 2007). King of Bollywood: Shah Rukh Khan and the Seductive World of Indian Cinema (em inglês). [S.l.]: Grand Central Publishing 
  9. «Rediff On The NeT, Movies: An exclusive interview with director Karan Johar». www.rediff.com. Consultado em 12 de novembro de 2020 
  10. N; October 26, ita Chowdhury; October 26, 1998 ISSUE DATE:; April 8, 1998UPDATED:; Ist, 2013 12:01. «Movie review: 'Kuch Kuch Hota Hai', starring Shah Rukh Khan, Kajol, Rani Mukherjee». India Today (em inglês). Consultado em 12 de novembro de 2020 
  11. Qureshi, Irna (26 de julho de 2012). «Bollywood's go with the Olympic torch could light up UK tourism». the Guardian (em inglês). Consultado em 12 de novembro de 2020 
  12. «Wealth of fans to locate». www.scotsman.com (em inglês). Consultado em 12 de novembro de 2020 
  13. «KKHH Filming Locations | Where was Kuch Kuch Hota Hai Shot?». Awara Diaries (em inglês). 7 de outubro de 2018. Consultado em 12 de novembro de 2020 
  14. «'Student Of The Year is not Kuch Kuch Hota Hai' - Hindustan Times». web.archive.org. 21 de janeiro de 2012. Consultado em 12 de novembro de 2020 
  15. a b «Kuch Kuch Hota Hai (Original Motion Picture Soundtrack) by Jatin - Lalit». Apple Music (em inglês). Consultado em 12 de novembro de 2020 
  16. Morcom, Anna (1 de janeiro de 2007). Hindi Film Songs and the Cinema (em inglês). [S.l.]: Ashgate Publishing, Ltd. 
  17. «Lalit Pandit's Kuch Kuch Hota Hai track voted most popular! - Indian Express». archive.indianexpress.com. Consultado em 12 de novembro de 2020