Abrir menu principal
Módulo Kvant-2

Kvant-2 ( em russo: Квант-2 ; em português: Quantum-II/2 ) (77KSD, TsM-D, 11F77D) foi o terceiro módulo e o segundo maior acréscimo à estação espacial Mir. Seu objetivo principal era entregar novos experimentos científicos, melhores sistemas de suporte à vida e uma eclusa de ar para a Mir. Foi lançado em 26 de novembro de 1989 em um foguete Proton. Ele atracou na Mir em 6 de dezembro. Seu sistema de controle foi projetado pela NPO "Electropribor" [1] ( Kharkiv, Ucrânia).

EspecificaçõesEditar

  • Comprimento: 12,2 m
  • Diâmetro: 4,35 m
  • Massa: 19,640   kg
  • Volume habitável: 61,9 m 3
  • Envergadura: 24 m
  • Configuração: módulo baseado no 77K (TKS)

DescriçãoEditar

 
Vista isolada do Kvant-2
 
Vista recortada do Kvant-2

O Kvant-2 foi o primeiro módulo da Mir baseado na nave espacial TKS. O Kvant-2 era dividido em três compartimentos. Eles eram a câmara de descompressão para atividade extraveicular (EVA), o compartimento de instrumentos/carga e o compartimento de instrumentos/experimentos. O compartimento de carga podia ser vedado e funcionar como uma extensão ou um back-up para a eclusa de ar. Antes do Kvant-2 atracar na estação, as EVAs eram realizadas despressurizando o módulo de acoplamento do Módulo Principal. Kvant-2 também carregou a versão soviética da Unidade de Manobra Tripulada para o traje espacial Orlan. Ele tinha à bordo o computador Salyut 5B, que foi uma melhoria em relação ao computador Argon 16B que já estava na estação em um outro módulo. Kvant-2 tinha um sistema para regenerar a água a partir da urina e um banheiro com chuveiro para a higiene pessoal. Ele possuía seis giroscópios para complementar aqueles já localizados no Kvant-1. Ao contrário de Kvant-1, os giroscópios de Kvant-2 eram acessíveis apenas a partir do exterior, o que acabou por tornar mais difícil a substituição quando se quebravam ou falhavam.

Os equipamentos científicos da Kvant-2 incluíam uma câmera de alta resolução, espectrômetros, sensores de raios X, o experimento de fluxo de fluido Volna 2 e a unidade Inkubator-2, que era usada para incubação e criação de codornas. Uma lista de experimentos e equipamentos segue:

  • Espectrômetro de raios-X ARIZ
  • Plataforma de varredura ASPG-M com espectrômetro ITS-7D IR (usando a plataforma de sensores tcheca usada pela primeira vez nas naves espaciais Vega).
  • Detectores de poeira cósmica
  • Pacote espectrômetro Gamma 2
  • Unidade ikar para realizar EVAs
  • Inkubator 2 - incubadora de ovos de aves
  • Câmara topográfica KAP-350
  • Câmera de filme de recursos da Terra MKF-6MA com 6 bandas espectrais. Fornecida pela Alemanha Oriental.
  • Espectrômetro óptico MKS-M2
  • Espectrômetro Phaza AFM-2
  • Espectrômetro Spektr-256
  • Espectrómetro de partículas carregadas Sprut 5 (instalado em 1991).
  • Câmeras de TV
  • Tanque propulsor Volna 2 (250 kg)

GaleriaEditar

Referências

Ver tambémEditar

Links externosEditar