Abrir menu principal

Wikipédia β

Língua wolaytta

Wolaytta (Wolaitta, Wolaita, Wolayta ou Welayta) é uma língua omótica setentrional do grupo das línguas ometo falada na zona de Wolaita e em algumas outras áreas da Região das Nações, Nacionalidades e Povos do Sul na Etiópia . A quantidade de falantes é estimada em cerca de 1,5 milhões de pessoas (1991 UBS), sendo a língua nativa do povo Welayta.[2]

Wolaytta (Ometo)
Falado em: Etiópia
Região: Wolayta, área do Lago Abaya
Total de falantes: 1,63 milhões [1]
Família: Afro-asiática
 Omótica
  Norte Omótica
   Ometo
    Norte
     Wolaytta
Escrita: Ge’ez
Códigos de língua
ISO 639-1: --
ISO 639-2: wal
ISO 639-3: wal

As estimativas da população são muito variáveis, pois é difícil a determinação dos limites da língua e também há dúvidas acerca do quão grande é o uso do Wolaytta. Ethnologue identifica somente uma pequena região dialetal, em Zala. Porém, outros linguístas consideram que as línguas Melo [mfx], Dorze [doz], Oyda [oyd] e Gofa-Dawro [gmo] possam ser também dialetos do wolaytta, as quais para Ethnologue e ISO 639-3 são línguas diferentes, o que também é reconhecido pelas comunidades locais.[3]

Índice

HistóriaEditar

Wolaytta já tinha sua forma escrita desde os anos 40 (séc. XX), quando uma missão no Sudão criou-lhe um alfabeto, sistema esse que foi revisado por uma equipe liderada pelo Dr. Bruce Adams. O Novo Testamento e toda a Bíblia já estavam traduzidos em 2002.

A junta militar Derga da Etiópia reconheceu a língua na sua campanha de alfabetização (1979-91), antes de criar outras línguas para o sul do país. O orgulho dos Welaytta em relação à sua escrita e à sua língua levou a hostilidades em 1998, quando o governo etíope quis distribuir livros escolares escritos em Wegagoda (língua artificial criada com base no Wolaytta misturado com outras línguas próximas). Com isso, os livros escritos em Wegagoda foram recolhidos e substituídos por os em Wolaytta.[4]

Outros nomesEditar

A língua wolaytta tem outros nomes, tais como Balta, Borodda, Ganta, Otschollo, Uba, Ometo, Ualamo, Uollamo, Walamo, Wallamo, Welamo, Wellamo, Wolaita, Wolaitta, Wolataita, Wolayta, Wollamo.

FalantesEditar

Conforme o Censo de 1994 da Etiópia, havia 1,23 milhões de falantes da língua, dos quais cerca de um milhão eram monolíngües, havendo 90 mil que a usavam como segunda língua. Menos de 5% são alfabetizados na língua e são 30% dos que a têm com 2ª língua. São praticantes do cristianismo e de religiões animistas.

StatusEditar

A língua wolaytta é oficial na zona Welayta da Etiópia. Ethnologue avalia entre 5% a 25% da população como alfabetizados na língua, sendo que partes da Bílbia já foram traduzidas em 1934 e o Novo Testamento em 1981 e toda a bíblia em 2002.

Similaridade linguísticaEditar

A língua tem similaridade com as seguintes línguas da região:

  • Gamo-Gofa-Dawro - 79% a 93%
  • Kullo - 80%
  • Korze - 80%
  • Koorete 48%
  • Maale - 43%

EscritaEditar

  • O Wolaytta usa o alfabeto latino numa forma com as vogais tradicionais com ou sem o acento agudo;
  • as consoantes não incluem F, Q, V, X; porém, apresentam-se as formas Nh, Sh, Th e o 7;
  • Algumas consoantes têm sons ligeiramente diversos se forem usadas letras maiúsculas ou minúsculas: C, D, K, L, M, N, P, T.

FonologiaEditar

ConsoantesEditar

Wakasa (2008) identificou os seguintes fonemas consoantes do Wolaytta. Os itens entre colchetes ([]) são do alfabeto prático de Wakasa, onde diferem dos símbolos IPA:

Consoantes
Bilabial Dental Palatal Velar Glotal
Nasal oclusiva m, ⟨M⟩ n, ⟨N⟩
Plosiva surda p t k ʔ ⟨7⟩
sonora b d ɡ
ejetiva ⟨P⟩ ⟨T⟩, ɗ (?) ⟨D⟩ ⟨K⟩
Africada surda ⟨c⟩
sonora ⟨j⟩
ejetiva tʃʼ ⟨C⟩
Fricativa surda s ʃ ⟨sh⟩ h, ⟨nh⟩
sonora z ʒ ⟨zh⟩
Aproximante l ⟨L⟩ j ⟨y⟩ w
Rótica r

Duas das consoantes merecem uma análise adicional:

  • o som ⟨nh⟩ é descrito por Wakasa (2008:44) como “glotal-fricativo-nasalizado”, sendo é extremamente raro, usado em uma palavra comum, numa interjeição e em dois nomes próprios.
  • O som consoante representado por ⟨D⟩ é objeto de uma disputa: Adams (1983:48) e Lamberti mais Sottile (1997:23, 25-26) defendem que seja ”implosivo”, talvez algo como [ɗ ]. Já Wakasa (2008:62) nega essa característica implosiva e chama de “glotalizado” o som dessa letra.

VogaisEditar

Wolaytta apresenta cinco vogais, que podem ser longas ou curtas.

Anterior Central Posterior
Fechada i, u,
Média e, o,
Aberta a,

GramáticaEditar

Ordem das palavrasEditar

Conforme ocorre com outras das línguas omóticas, o Wolaytta tem SOV (Sujeito-Objeto-Verbo) como a ordem básica das palavras. Ver exemplos [5]:

na7-ái 7iss-í maTááp-aa shamm-íis.
criança-NOM.M.SG. uma-OBL. livro-ABS.M.SG. comprar-PF.3M.SG.
'O menino comprou um livro.'

Há frases preposicionais, que precedem o verbo (Wakasa 2008:1042):

ta-7ish-ái maTááp-aa ba-lágg-iya-ppe taLL-íis.
meu irmão-NOM.M.SG. livro-ABS.M.SG. seu próprio amigo-OBL.M.SG.-de emprestar-PF.3M.SG.
'Meu irmão pegou emprestado um livro do amigo dele.'

Substantivos (NOM) usados como adjetivos precedem o substantivo que modificam (Wakasa 2008:1044)

ló77-o dé7-uwa de7-áis.
bom(boa)-OBL vida-ABS.M.SG viver-IMPF.1SG.
'Ei vivo uma boa vida.'

Numerais precedem os substantivos que quantificam (Wakasa 2008:1045)

na7-ái naa77-ú máCC-a 7as-atá be7-íis.
criança-NOM.M.SG dois-OBL feminino-OBL pessoa-ABS.PL ver-PF.3M.SG.
'O menino viu duas mulheres.'


NotasEditar

  1. 2007 [1]
  2. Wolaytta em Ethnologue
  3. Conf. Abebe 2002
  4. Sarah Vaughan, "Ethnicity and Power in Ethiopia" (University of Edinburgh: Ph.D. Thesis, 2003), pp. 2550- 258
  5. Conforme Wakasa 2008:1041

BibliografiaEditar

Em língua inglesa:

  • Abebe, Alemayehu. 2002. "Sociolinguistic survey report on the Ometo dialect of Ethiopia, part II."‭ SIL Electronic Survey Reports 2002-012.
  • Adams, Bruce A. 1983. A Tagmemic Analysis of the Wolaitta Language. Unpublished PhD. thesis, University of London.
  • Adams, Bruce. 1990. Name nouns in Wolaitta. In Omotic Language Studies ed. by Richard Hayward, 406-412. London: School of Oriental and African Studies.
  • Lamberti, Marcello and Roberto Sottile. 1997. "The Wolaytta Language". In Studia Linguarum Africae Orientalis 6: pp. 79–86. Cologne: Rüdiger Köppe.
  • Ohman, Walter and Hailu Fulass. 1976. Welamo. In Language in Ethiopia, ed. by M. L. Bender, C. Bowen, R. Cooper, and C. Ferguson, pp. 155–164. Oxford University Press.
  • Wakasa, Motomichi. 2008. A Descriptive Study of the Modern Wolaytta Language. Ph.D. thesis. University of Tokyo.

Ligações externasEditar