Abrir menu principal
Laser de elétrons livres FELIX no FOM (em Nieuwegein, Países Baixos).

Um laser de elétrons livres, citado na literatura como FEL (do inglês free-electron laser, é um laser que compartilha as mesmas propriedades ópticas que lasers conventionais tal como emitir um feixe consistindo de radiação eletromagnética coerente a qual pode atingir alta potência, mas que usa princípios de operação muito diferentes para formar o feixe. Diferentemente de lasers a gás, líquido, ou estado sólido tal como lasers por díodo, nos quais elétrons são excitados nos limites de estados atômicos ou moleculares, FELs usam um feixe de elétrons relativístico como o meio de laser os quais movem-se livremente através de uma estrutura magnética, de onde se origina o termo elétrons livres.[1] O laser tem a mais ampla faixa de frequência de qualquer tipo de laser, e pode ser amplamente controlado nesta variável,[2] atualmente variando em comprimento de onda de microondas, através de radiação de terahertz e infravermelho, ao espectro visível, ao ultravioleta, aos raios X.[3]

Referências

  1. «Duke University Free-Electron Laser Laboratory». Consultado em 21 de dezembro de 2007. Arquivado do original em 20 de dezembro de 2007 
  2. F. J. Duarte (Ed.), Tunable Lasers Handbook (Academic, New York, 1995) Chapter 9.
  3. «SLAC National Accelerator Laboratory»