Abrir menu principal
Lee Pace
O ator em 2014.
Nome completo Lee Grinner Pace
Nascimento 25 de março de 1979 (40 anos)
Chickasha, Oklahoma
 Estados Unidos
Educação Juilliard School
Ocupação Ator
Atividade 2002-presente

Lee Grinner Pace, mais conhecido como Lee Pace (25 de março de 1979 em Chickasha, Oklahoma) é um ator americano.

Índice

BiografiaEditar

Pace nasceu em Chickasha, Oklahoma, filho de Charlotte (née Kloeckler), professora de escola, e James Roy Pace, engenheiro. Ele tem dois irmãos, uma irmã chamada Sally e um irmão mais novo chamado Willam Pace.[1][2][3] Quando criança, Pace passou vários anos na Arábia Saudita, onde seu pai trabalhava no ramo de petróleo; a família mudou-se depois para Houston, Texas. Pace frequentou a Klein High School em Spring, Texas, um subúrbio de Houston, com o futuro ator Matt Bomer. Pace deixou temporariamente o ensino médio para atuar no Alley Theatre em Houston, antes de voltar a se formar. No Alley, ele apareceu em produções de The Spider's Web e The Greeks. Em 1997, Pace foi aceito pela Divisão de Drama da Juilliard School como membro do Grupo 30 (1997–2001), que também incluiu os atores Anthony Mackie e Tracie Thoms. Enquanto esteve lá, ele atuou em várias peças, incluindo Romeu e Julieta como Romeo, Ricardo II no papel-título e Júlio César como Cássio. Ele se formou na Juilliard com um diploma de Bacharel em Belas Artes.

CarreiraEditar

Seu primeiro papel de destaque foi no telefilme "Soldier's Girl" do canal pago americano Showtime, em 2003, onde viveu uma transexual que se apaixonou por um soldado que foi brutalmente assassinado devido ao relacionamento deles. Esse trabalho lhe rendeu indicações ao Globo de Ouro, ao Independent Spirit Award e o prêmio de Melhor Performance Revelação do Gotham Award. No ano seguinte, ele co-estrelou o drama "Wonderfalls", do mesmo criador de "Pushing Daisies". Logo após o fim da série, ele emendou diversos trabalhos nos cinemas, incluindo os filmes "A Condessa Branca" (2005), "Confidencial" (2006), "The Fall" (2006) e "O Bom Pastor" (2006), e atuou também no romance "Miss Pettigrew Lives for a Day", e no suspense "Possession", ao lado de Sarah Michelle Gellar. Após ganhar uma indicação ao Globo de Ouro 2008, na categoria de Melhor Ator Série Comédia, Pace foi escolhido um dos "Melhores Atores com menos de 30 anos" pela revista americana "Entertainment Weekly".

Em 2012, Pace atuou no filme The Twilight Saga: Breaking Dawn – Part 2, no papel do vampiro Garrett. Logo em seguida, interpretou o rei elfo Thranduil nos três filmes da saga de filmes O Hobbit. Nos próximos anos, trabalhou em sete filmes e três séries.[4]

Vida pessoalEditar

Lee Pace afirmou em uma entrevista, em fevereiro de 2018, que ele já havia namorado tanto homens quanto mulheres, mas não se identificava com nenhum rótulo sexual.[5] Em 2012, segundo o ator Ian McKellen, que trabalhou com ele na série de filmes The Hobbit, Pace era gay. Naquela altura, o próprio Lee Pace não tinha se posicionado a respeito, o que causou certo constrangimento a respeito das declarações de McKellen.[6] Pace não fez comentários a respeito pelos próximos seis anos.[5] Então, em junho de 2018, Pace, durante uma entrevista para o The New York Times, confirmou que era homossexual.[7]

FilmografiaEditar

Séries de TVEditar

Referências

  1. «Lee Almighty». digital.modernluxury.com (em inglês). Abril de 2018. Consultado em 30 de março de 2013 
  2. Crouse, Ken (14 de dezembro de 2015). «James R. PACE/Charlotte KLOECKLER». kencrouse.com (em inglês). Consultado em 30 de março de 2013. Arquivado do original em 25 de abril de 2012 
  3. «James Roy Pace / Charlotte Kloeckler». e-familytree.net (em inglês). Consultado em 30 de março de 2013. Arquivado do original em 21 de fevereiro de 2013 
  4. «Lee Pace biography and filmography». Tribute.ca. Consultado em 18 de setembro de 2018 
  5. a b «Lee Pace Is Barnstorming Back to Broadway with the First Revival of Angels In America». W. 28 de fevereiro de 2018 
  6. «Did Ian McKellen Accidentally Out A Fellow "Hobbit" Actor?». Queerty. 4 de janeiro de 2014 
  7. «Lee Pace Came Out Seven Times a Week. Then He Came Out for Real.». The New York Times. 4 de junho de 2018 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre um ator é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.