Abrir menu principal
Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou seção está a ser traduzido (desde julho de 2015). Ajude e colabore com a tradução.


Lehmann-Groß-Bahn
Razão social Ernst Paul Lehmann Patentwerk OHG (EPL)
Privada
Fundação 1968 (51 anos)
Fundador(es) Ernst Paul Lehmann e Jean Eicher
Encerramento 2007 (12 anos)
Sede Nuremberg
Produtos Brinquedos, Ferromodelismo
Significado da sigla LGB
Antecessora(s) Ernst Paul Lehmann Patentwerk (1881)
Sucessora(s) Ernst Paul Lehmann Patentwerk OHG (1968-2006);
E. P. Lehmann GmbH & Co KG (2007);
Märklin (2008)
Website oficial http://www.lgb-bahn.de/de/

A Lehmann-Groß-Bahn (LGB), foi uma fábrica alemã de brinquedos de um tipo de ferromodelismo, com modelos à prova d'água para uso a céu aberto na IIm (mais tarde na escala G).

CaracterísticasEditar

A Lehmann-Groß-Bahn usava em seus modelos, uma bitola de trilhos de 45 mm na escala 1:22,5 (na verdade, dependendo do modelo, entre 1:16 e 1:29).

HistóricoEditar

 
Um modelo típico de trem de jardim
fabricado pela LGB.

A fábrica teve início em 1881 com o nome Ernst Paul Lehmann Patentwerk, uma fábrica de brinquedos de estanho, fundada por Ernst Paul Lehmann e Jean Eicher, com sede em Brandemburgo no Havel. O estilo inovador e bem-humorado dos seus brinquedos fez sucesso. Depois da morte de Ernst Paul Lehmann em 1934, sua prima Johannes Richter assumiu a gerência.

Durante o Terceiro Reich, a empresa foi praticamente desativada, mantendo apenas um pequena produção de brinquedos. Depois da ocupação soviética, sob o pretexto de "crimes de guerra" a fábrica de Johannes Richter foi desapropriada em 1948. Em 1950, a família se mudou para Nuremberg em busca de novas oportunidades.

Em 1959, uma nova fábrica chamada Lehmann GroßBahn (LGB) foi criada, agora fabricando brinquedos de plástico. Sua linha de trens em miniatura, foi apresentada ao público na Feira de brinquedos de Nurenberg de 1968. Desde 1987 a LGB está presente nos Estados Unidos através de um representante, e em 2006, uma fábrica local foi inaugurada, a LGB of America (LGBoA).

Em abril de 2006, a subsidiária nos Estados Unidos foi vendida e em 18 de setembro de 2006, a então Ernst Paul Lehmann Patentwerk OHG declarou falência. No início de 2007, Hermann Schöntag proprietário da ferrovia Rügensche Bäderbahn comprou a companhia, criando a E. P. Lehmann GmbH & Co KG.

Essa negociação, no entanto, não prosperou. O financiamento necessário para a recuperação da empresa não foi obtido, e ela acabou sendo vendida para a Märklin em 26 de julho de 2007.[1]

A Märklin por sua vez, a partir de 2008, passou a comercializar os produtos remanescentes da linha Lehmann usando a marca: LGB Witschelstraße.[2]

Ver tambémEditar

Referências

  1. Zelnhefer, Siegfried (26 de julho de 2007). «Pressemitteilung der Stadt Nürnberg Nr. 800 vom 26. Juli 2007». Stadt Nürnberg Nachrichten aus dem Rathaus. nuernberg.de. Consultado em 2 de julho de 2015 
  2. «Interview mit Günther Kopp - Interview mit Günther Kopp». BAHNORAMA & LOKORAMA. bahnorama.com. Consultado em 2 de julho de 2015 

BibliografiaEditar

  • Helmut Schwarz, Marion Faber: Bewegte Zeiten – Moving Times – Geschichte der Spielwarenfabrik Ernst Paul Lehmann Patentwerk, Museen der Stadt Nürnberg, Nurenberg 2003, ISBN 3-921590-90-6 (em alemão)

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Lehmann-Groß-Bahn
  Este artigo sobre uma empresa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.