Abrir menu principal
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde Agosto de 2011). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Licímnio foi um filho bastardo de Electrião, que se casou com uma tia de Héracles e foi morto, acidentalmente, por Tlepólemo, filho de Héracles. Seus filhos foram exilados do Peloponeso junto com os filhos de Héracles, após a morte deste.

Electrião, filho de Perseu e Andrômeda se casou com Anaxo, sua sobrinha, e teve uma filha, Alcmena, e vários filhos, Stratobates, Gorgophonus, Phylonomus, Celaeneus, Amphimachus, Lysinomus, Chirimachus, Anactor e Arquelau.[1] Licímnio era filho bastardo de Electrião com uma mulher da Frígia chamada Midea.[1]

Quando Electrião reinava em Micenas, os filhos de Pterelau atacaram Micenas, reivindicando como sua, por causa de seu ancestral Mestor.[2][Nota 1] Na guerra, morreram quase todos os filhos de Electrião e de Pterelau, do primeiro apenas sobrevivendo Licímnio, e do segundo Everes, que tomou conta dos navios.[2] Electrião tentou se vingar, mas foi morto, acidentalmente, por Anfitrião; o reino passou para Estênelo, que baniu Anfritrião e entregou Midea a Atreu e Tiestes, filhos de Pélope.[2]

Quando os filhos de Hipocoonte assassinaram um filho de Licímnio, Héracles marchou contra Esparta e a subjugou, entregando o trono a Tíndaro.[3]

Outros dois filhos de Licímnio, Argius e Melas, morreram na guerra que Héracles fez contra Eurito, rei da Ecália.[4]

Licímnio foi morto acidentalmente por Tlepólemo, filho de Héracles: quando Tlepólemo estava espancando um servo, Licímnio se meteu no meio.[5]

Notas e referências

Notas

  1. O texto de Pseudo-Apolodoro dá a genealogia de Pterelau, como sendo bisneto de Mestor, mas cita Pterelau como neto materno de Mestor.

Referências