Abrir menu principal

Liga Europeia de Futebol de Praia

A Liga Europeia de Futebol de Praia é a competição mais importante desta modalidade a nível europeu. É disputada ao longo do verão, em vários torneios, nas mais belas praias do continente.

HistóriaEditar

Esta competição começou a ser disputada em 1998, ano em que a Alemanha se sagrou campeã. Em 2000, a Liga Europeia conheceu um grande incremento, com a selecção espanhola a conquistar o troféu, vencendo os portugueses no jogo da final. Com o passar do tempo, a competição desnvolveu-se cada vez mais, e começaram a surgir novas potências europeias na modalidade. Em 2005, a Liga Europeia adoptou um novo modelo, que continua em vigor: ao longo do Verão, disputam-se vários torneios, que culminam na Superfinal, na bela cidade francesa de Marselha. Os vencedores deste último torneio conquistam o título europeu.

Em 2005, as equipas foram divididas em 3 grupos (A, B e C), consoante a sua qualidade (as que tinham melhor reputação ficaram no grupo A, enquanto as restantes ficaram nos grupos B ou C). Foram distutados vários torneios dentro de cada grupo e, por fim, as equipas do grupo A e as melhores selecções dos outros grupos disputaram a Superfinal, em Marselha, que terminou com o triunfo da Itália.

Em 2006, a Liga Europeia também se desenvolveu de uma forma muito significativa. As equipas forma divididas em dois grupos: as 4 grandes potências (Espanha, Portugal, França e Itália) ficaram no grupo A e as 10 restantes foram para o grupo B. Numa primeira fase, as selecções pertencentes ao grupo B disputaram vários torneios, e as 4 melhores equipas (Polónia, Ucrânia, Suíça e Grécia) avançaram para o grupo A, juntando-se a Portugal, Espanha, França e Itália. Estes 8 países participaram num conjunto de 4 torneios (organizados por Itália, França, Espanha e Portugal), ao longo dos quais foram somando pontos. No final dos 4 torneios, as 6 equipas com mais pontos apuraram-se para a Superfinal, em Marselha, na qual a Espanha alcançou a vitória.

A Liga Europeia de Futebol de Praia 2006 ficou maracada pelo aparecimento de novas selecções e pela grande ascensão de algumas equipas, das quais se destacou a Polónia.

Ficou também marcada por ter funcionado como torneio de qualificação para o Campeonato do Mundo da modalidade: as 4 melhores equipas da Superfinal(Espanha, Portugal, Polónia e Itália) ficaram apurados, bem como o vencedor do Last Chance Bracket: uma competição aberta a todos os países da Europa que não tinham conseguido a qualificação, que acabou com o triunfo da selecção francesa.

VencedoresEditar

Conquistas por paísEditar

País Títulos Vice-campeonato 3º lugar 4º lugar
  Portugal 6 (2002, 2007, 2008, 2010, 2015, 2019) 9 (2000, 2001, 2004, 2005, 2006, 2009, 2013, 2016, 2017) 6 (1998, 1999, 2003, 2011, 2014, 2016)
  Espanha 5 (1999, 2000, 2001, 2003, 2006) 2 (2002, 2014) 7 (1998, 2007, 2009, 2013, 2015, 2016, 2017)
  Rússia 5 (2009, 2011, 2013, 2014, 2017) 2 (2012, 2019) 5 (2007, 2008, 2010, 2015, 2016)
  França 1 (2004) 3 (1999, 2003, 2007) 3 (2000, 2002, 2005) 1 (2001)
  Itália 1 (2005) 2 (1998, 2010) 4 (2001, 2009, 2012, 2017) 5 (1999, 2000, 2004, 2006, 2008)
  Suíça 1 (2012) 1 (2011) 1 (2013) 4 (2003, 2005, 2010, 2014)
  Alemanha 1 (1998)
  Ucrânia 1 (2016) 1 (2015) 1 (2004)
  Holanda 1 (2008)
  Polônia 1 (2006)
  Roménia 2 (2011, 2012)
  Turquia 1 (2002)

Ver tambémEditar