Literatura de viagem

Literatura de viagem, também referida como literatura odepórica (do grego clássico: ὁδοιπορικός, "viagens"[1]), é um gênero literário que consiste geralmente em uma narrativa acerca das experiências, descobertas e reflexões de um viajante durante seu percurso. Ilustra as pessoas, os eventos e aquilo que o autor vê ou sente, quando se encontra num país estrangeiro ou em lugar estranho. Não é necessariamente um guia mas um relato daquilo que experimenta ou sente o autor-viajante, ao se encontrar diante de novos territórios e diferentes culturas.

O texto exibe geralmente uma coerência narrativa ou estética, de modo que a aventura pessoal do autor assume uma dimensão bem mais ampla, universal, diferenciando-se dos diários de viagem ou dos diários de bordo, que se caracterizam pelo simples registro de datas e eventos. Na literatura de viagem, os textos apresentam um caráter interdisciplinar, situando-se na fronteira entre a história, a antropologia e a ficção, além de eventualmente tratar de temas técnicos e científicos que o autor julgue dignos de menção. Temas frequentes são a descrição da fauna, flora e minerais encontrados na região; costumes, crenças, características militares e comerciais, ciências, artes e formas de organização dos povos com os quais o autor teve contato.

ClassificaçõesEditar

A literatura de viagens tradicional (aquela compreendida entre o século XV e o fim do século XIX) pode ser classificada em cinco categorias de viagens

As viagens de expansão subdividem-se viagens de expansão política, expansão da fé e expansão científica. Alguns exemplos:

Ver tambémEditar

Referências

BibliografiaEditar

  • Batten, Charles Lynn, Pleasurable Instruction: Form and Convention in Eighteenth Century Travel Literature (1978)
  • Chatzipanagioti, Julia: Griechenland, Zypern, Balkan und Levante. Eine kommentierte Bibliographie der Reiseliteratur des 18. Jahrhunderts. 2 Vol. Eutin 2006. ISBN 3981067428
  • Romano, Luís Antônio Contatori. Viagens e Viajantes: uma literatura de viagens contemporânea. Estação Literária. Londrina, Volume 10B. ISSN 1983-1048.
  • Speake, Jennifer (2003), ed. Literature of Travel and Exploration: An Encyclopedia. 3 vol. [N.p.]: Routledge. ISBN 1-57958-247-8.
  • Stolley, Karen. El lazarillo de ciegos caminantes: un itinerario crítico. Ediciones del Norte. (1992)
  • Fussell, Paul Jr. "Patrick Brydone: The Eighteenth-Century Traveler as Representative Man." Literature as a Mode of Travel. New York Public Library Bulletin. (1963)

Ligações externasEditar

O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Literatura de viagem