Love, Marriage & Divorce

Love, Marriage & Divorce
Álbum de estúdio de Toni Braxton e Babyface
Lançamento 4 de fevereiro de 2014 (2014-02-04)
Gravação 2013
Estúdio(s) Brandon's Way Recording
Los Angeles, Califórnia
Gênero(s)
Duração 43:39
Idioma(s) Inglês
Formato(s) CD, Download Digital
Gravadora(s) Motown
Produção Babyface
Toni Braxton
Antonio Dixon
The Rascals
Cronologia de Toni Braxton
Pulse
(2010)
Braxton Family Christmas
(2015)
Cronologia de Babyface
Playlist
(2007)
Return of the Tender Lover
(2015)

Love, Marriage & Divorce é um álbum colaborativo dos cantores estadunidenses Toni Braxton e Babyface, lançado em 4 de fevereiro de 2014.[1] Produzido pela Motown Records, o álbum vendeu mais de 210 mil cópias nos Estados Unidos.[2]

AntecedentesEditar

Love, Marriage & Divorce consiste em onze faixas, incluindo os singles "Hurt You" e "Where Did We Go Wrong". O álbum foi originalmente agendado para lançamento em 25 de novembro de 2013, sendo que o lançamento foi adiado em uma semana para coincidir com o Dia dos Namorados na América do Norte.[3] O álbum é o primeiro trabalho em estúdio de Babyface em mais de sete anos e o primeiro lançamento de Braxton desde seu álbum Pulse, de 2010.[4] Pouco antes do lançamento, Braxton anunciou que este seria seu último álbum de estúdio por pretender dedicar-se somente à carreira cinematográfica.[5][6] No entanto, meses mais tarde, a cantora voltou atrás e anunciou uma futura colaboração com Babyface devido ao sucesso comercial do álbum.[7]

SinglesEditar

"Hurt You" foi lançado como single em 17 de agosto de 2013. Uma versão da canção foi publicada no canal de Braxton através da VEVO em 19 de agosto. Em 7 de setembro, a canção estreou em 17º lugar na Billboard Adult R&B Songs.[8] O videoclipe, por sua vez, foi lançado 11 de outubro através de um canal da VEVO criado exclusivamente para o projeto. Em 14 de dezembro, o single alcançou a 1ª colocação na tabela musical da Billboard, permanecendo nesta posição por quatro semanas.[9]

A canção totalizou 41 semanas na Adult R&B Songs antes de deixar as 20 primeiras colocações.[10] Este feito marcou o sétimo single de Braxton a liderar a tabela musical desde o lançamento de "Just Be a Man About It" em 2001.[11] A canção também emplacou em 16º lugar na Hot R&B/Hip Hop Airplay.[12]

"Where Did We Go Wrong?" foi o segundo single do álbum, lançado em 17 de dezembro. A canção foi disponibilizada para download digital logo após a estreia nas rádios.[13] O lyric video foi publicado pela VEVO em 19 de dezembro de 2013.

RecepçãoEditar

Recepção críticaEditar

O álbum recebeu avaliações positivas por parte da crítica especializada. A rede ABC News notificou o álbum com 4 de 5 estrelas, descrevendo que "esta gravação parece estar presa a um lapso de tempo. Honestamente, Babyface e Braxton nos lembram o que o R&B de alta qualidade costumava oferecer aos ouvintes. Mesmo quando insistem no "divórcio", nunca soa como algo depressivo. São dois profissionais revivendo a magia do pop. Considerando que este é o primeiro álbum de Babyface em 7 anos e de Braxton em 4 anos, é um tiro certeiro. Esta gravação foi uma jogada extremamente inteligente."[14]

Escrevendo para o site Allmusic, deu ao álbum 3 de 5 estrelas, afirmando que "em Love, Marriage & Divorce, Toni Braxton e Babyface, parceiros artísticos regressando ao início dos anos 90, revivem seu relacionamento musical. Ambos vêm de casamentos falidos e provavelmente estas experiências formam o material aqui - uma sucinta coleção de 11 canções, das quais 8 são duetos."[15]

Robert Christgau, escrevendo para o Cuepoint, classificou o álbum com "A-", afirmando que "seguindo um álbum de sucesso, dois álbuns em segundo lugar, uma turnê em Vegas, dois musicais da Disney na Broadway, uma temporada de Dancing With the Stars, duas falências e um divórcio, Braxton continua sendo uma perfeita diva do soul."[16]

Prêmios e indicaçõesEditar

O álbum foi indicado ao World Music Awards na categoria "Melhor Álbum do Mundo". Também venceu o Prêmio Grammy de Melhor Álbum de R&B no 57º Prêmios Grammy.[17]

Performance comercialEditar

O álbum estreou em 4º lugar na Billboard 200, vendendo 67 mil cópias na primeira semana e tornando-se o sexto álbum de Braxton a emplacar entre os seis mais vendidos nos Estados Unidos. O álbum também emplacou na Billboard R&B/Hip-Hop Albums, alcançando a 75ª posição na UK Albums Chart e 7ª posição na UK R&B Chart (do Reino Unido).

FaixasEditar

N.º TítuloCompositor(es) Duração
1. "Roller Coaster"  
  • Kenneth Edmonds
  • Daryl Simmons
  • Antonio Dixon
4:23
2. "Sweat"  
  • K. Edmonds
  • D. Simmons
  • A. Dixon
4:27
3. "Hurt You"  
4:10
4. "Where Did We Go Wrong"  
  • K. Edmonds
  • T. Braxton
3:37
5. ""I Hope That You're Okay"  
  • K. Edmonds
  • D. Simmon
3:54
6. "I Wish"  T. Braxton 3:03
7. "Take It Back"  
  • T. Braxton
  • K. Edmonds
  • D. Simmons
  • A. Dixon
4:05
8. "Reunited"  
  • T. Braxton
  • K. Edmonds
  • D. Simmons
  • A. Dixon
3:18
9. "I'd Rather Be Broke"  
  • Braxton
  • Dixon
  • K. Riddick-Tynes
  • L. Thomas
  • Edmonds
  • K. Glasper
3:38
10. "Heart Attack"  
  • T. Braxton
  • K. Edmonds
  • D. Simmons
3:52
11. "The D Word"  
  • T. Braxton
  • K. Edmonds
5:12
Duração total:
43:39

CréditosEditar

  • Babyface - teclado, violão, baixo e vocais principais
  • Toni Braxton - vocais principais
  • Daryl Simmons - vocais adicionais, percussão
  • Antonio Dixon - teclado, percussão
  • The Rascals - teclado, percussão
  • Demonte Posey - teclado, percussão
  • Davy Nathan - piano
  • Paul Boutin - engenharia de som
  • Rex Rideout - A&R
  • Leesa D. Brunson - Coordenação de A&R
  • Keith Tucker - Direção de A&R
  • Herb Powers, Jr. - masterização
  • Marc Baptiste - fotografia
  • Steve DeFino - direção de arte
  • Kristen Yiengst - direção de arte

Desempenho nas tabelas musicaisEditar

Referências

  1. a b «Toni Braxton reunites with 'musical husband' Babyface on duets album». Billboard. 4 de fevereiro de 2014 
  2. Mendizabal, Amaya (1 de setembro de 2016). «Beyonce, Pharrell Williams Lead Mid-Year SoundScan R&B/Hip-Hop Charts». Billboard 
  3. «Toni Braxton and Babyface's 'Love, Marriage & Divorce' Delayed Until 2014». Singersroom. 24 de outubro de 2013 
  4. «Toni Braxton and Babyface Album Delayed Until 2014». Rap Up. 24 de outubro de 2013 
  5. Simpson, Leah (31 de maio de 2016). «'My heart isn't in it anymore': Toni Braxton announces her retirement from music... and says she'd 'like to play a lesbian' in a movie». The Daily Mail 
  6. «Toni Braxton Says She's Retiring From Music But Wants To Play A Lesbian On Screen». The Huffington Post. 8 de fevereiro de 2013 
  7. «Toni Braxton Confirms Album Sequel With Babyface». That Grape Juice. 25 de janeiro de 2016 
  8. «Adult R&B Songs & Music Chart Billboard» 
  9. «Adults R&B Songs & Music Chart Billboard» 
  10. «Adult R&B Songs & Music Chart Billboard June 14, 2014» 
  11. «Toni Braxton and Babyface's 'Hurt You' Hits No.1 on Two Charts». Singersroom. 11 de dezembro de 2013 
  12. «Toni Braxton - Chart history». Billboard 
  13. «Receive "Where Did We Go Wrong?" when pre-ordering "Love, Marriage & Divorce" on iTunes!». Tony Braxton & Babyface 
  14. Raible, Allan (9 de fevereiro de 2014). «Record Release Rundown: The Latest From Broken Bells, Toni Braxton & Babyface, Marissa Nadler and Mary Lambert». ABC News 
  15. Kellman, Andy. «Review: Love, Marriage & Divorce». Allmusic 
  16. «Robert Christgau: Expert Witness». Cuepoint 
  17. Kennedy, Gerrick (8 de fevereiro de 2015). «Toni Braton and Babyface win R&B honors». Los Angeles Times 
  18. «South African Top 20 Albums Chart». RISA 
  19. «Ultratop.be – TONI BRAXTON & BABYFACE – LOVE MARRIAGE & DIVORCE». Hung Medien 
  20. «Ultratop.be – TONI BRAXTON & BABYFACE – LOVE MARRIAGE & DIVORCE». Hung Medien 
  21. «Toni Braxton - Chart history». Billboard 
  22. «Toni Braxton - Chart history». Billboard 
  23. «恋愛~結婚~離婚» 
  24. «TONI BRAXTON & BABYFACE - LOVE, MARRIAGE & DIVORCE». Hung Medien 
  25. «TONI BRAXTON - Artist - Official Charts». UK Albums Chart 
  26. «Official Charts Company». UK Albums Chart 
  27. Pommells, Ayara (10 de setembro de 2015). «Toni Braxton x Babyface Awarded In South Africa». The Source