Mártires de Uganda

Os mártires de Uganda são um grupo de 23 Anglicanos e 22 católicos convertidos ao cristianismo no reino histórico de Buganda, agora parte de Uganda, que foram executados entre 31 de janeiro de 1885 e 27 de janeiro de 1887.[1]

Mártires de Uganda
Veneração por Igreja Anglicana e Igreja Católica
Gloriole.svg Portal dos Santos

Eles foram mortos por ordem de Muanga II, o cabaca (rei) de Buganda. As mortes ocorreram numa época em que havia uma luta religiosa de três vias por influência política na corte real de Buganda. O episódio também ocorreu no contexto da Partilha de África - a invasão, ocupação, divisão, colonização e anexação do território africano pelas potências europeias.[2] A Igreja Católica beatificou os 22 mártires católicos de sua fé em 1920 e canonizou- os em 1964.

Referências

  1. «Martyrs of Uganda | African history». Encyclopedia Britannica (em inglês). Consultado em 20 de junho de 2019 
  2. Moorehead, Alan, 1910-1983. The White Nile First Perennial edition ed. Nova Iorque: [s.n.] ISBN 0060956399. OCLC 45347208