MS Westerdam

O MS Westerdam é um navio de cruzeiro da classe Vista pertencente à Holland America Line. É o terceiro navio da sua classe a ser operado pela linha de cruzeiros, tal como é o terceiro navio denominado com o nome Westerdam. Os seus navios irmãos são o Oosterdam, o Zuiderdam e o Noordam. O início do nome de cada um dos quatro navios representa os quatro pontos cardeais em holandês.[1]

Westerdam
O Westerdam (à direita) na Grande Turca, ao lado do navio Carnival Breeze

Surto de COVID-19Editar

Durante o mês de fevereiro de 2020, posteriormente ao navio de cruzeiro ter partido de uma paragem em Hong Kong a 1 de fevereiro, foi-lhe negada a autorização para atracar nas Filipinas, no Japão e em Guam devido a receios relativos ao surto de COVID-19.[2][3][4][5]

A 10 de fevereiro, após ter recebido inicialmente autorização para atracar na Tailândia, pois o navio ia na direção do porto de Laem Chabang próximo a Banguecoque, no dia seguinte esta mesma autorização de aportar foi negada. No entanto, o navio continuou no mesmo rumo para Banguecoque e por volta das 09:30 horas GMT no dia 11 de fevereiro, o Westerdam navegou ao largo da ponta sul do Vietname.[6][7][8][8]

De acordo com Flip Knibbe, um passageiro neerlandês a bordo do navio, todos os passageiros tiveram a sua temperatura corporal medida pela segunda vez. A 11 de fevereiro, o mesmo passageiro afirmou à estação pública neerlandesa NOS que "Este navio está livre do vírus". Ao contrário do navio de cruzeiro Diamond Princess, que está localizado no porto de Yokohama no Japão, ninguém a bordo está em quarentena. Todas as lojas e restaurantes estão abertos e os programas de entretenimento prosseguem enquanto todos a bordo podem mover-se livremente.[8]

A 13 de fevereiro, foi permitido ao Westerdam aportar na cidade costeira de Sihanoukville, no Camboja.[9]

A 15 de fevereiro, a Malásia reportou que uma cidadã norte-americana de 83 anos que havia desembarcado do Westerdam e viajado de avião para a Malásia no dia 14 de fevereiro tinha acusado positivo no teste ao COVID-19.[10] Num segundo teste, a pedido da Holland America Line e de autoridades do Camboja, a mulher acusou positivo no teste novamente.[11] Apesar destas descobertas, o primeiro-ministro cambojano Hun Sen visitou o navio de cruzeiro, desencorajou o uso de máscaras e encorajou os passageiros a passearem pela cidade, levando a preocupações de que uma nova ligação à rede de contágio estava a ser acrescentada.[12][13]

Ver tambémEditar

Referências

  1. «Cruises to Alaska, Europe, the Caribbean, Mexico and the world on Holland America, one of the best cruise lines». web.archive.org. 11 de junho de 2011. Consultado em 18 de fevereiro de 2020 
  2. Deerwester, Jayme. «Coronavirus cases triple to 61 on cruise ship quarantined in Japan, with 41 more reported». USA TODAY (em inglês). Consultado em 18 de fevereiro de 2020 
  3. Sablan, Jerick. «Guam denies entry to ship over coronavirus concerns». Pacific Daily News (em inglês). Consultado em 18 de fevereiro de 2020 
  4. Amanda Woods (7 de fevereiro de 2020). «MS Westerdam, cruise ship with 2,000 aboard, blocked from docking amid coronavirus fears». New York Post (em inglês). Consultado em 18 de fevereiro de 2020 
  5. Amanda Woods (11 de fevereiro de 2020). «Thailand turns away stranded MS Westerdam cruise ship amid coronavirus fears». New York Post (em inglês). Consultado em 18 de fevereiro de 2020 
  6. Limited, Bangkok Post Public Company. «Thailand bars Westerdam cruise ship, China virus toll tops 1,000». https://www.bangkokpost.com. Consultado em 18 de fevereiro de 2020 
  7. «Thailand refuses entry to cruise ship with no coronavirus cases». Reuters (em inglês). 12 de fevereiro de 2020 
  8. a b c «Nederlanders vast op cruiseschip Westerdam: 'We hebben behoorlijk spijt'». nos.nl (em neerlandês). Consultado em 18 de fevereiro de 2020 
  9. «Cruise ship rejected by five ports docks at last». BBC News (em inglês). 13 de fevereiro de 2020 
  10. «Coronavirus: US passenger from Westerdam ship tests positive in Malaysia». South China Morning Post (em inglês). 15 de fevereiro de 2020. Consultado em 18 de fevereiro de 2020 
  11. Reuters (16 de fevereiro de 2020). «Scramble to Track Cambodia Cruise Ship Passengers After Coronavirus Case Reported». The New York Times (em inglês). ISSN 0362-4331 
  12. Beech, Hannah (17 de fevereiro de 2020). «Cambodia's Coronavirus Complacency May Exact a Global Toll». The New York Times (em inglês). ISSN 0362-4331 
  13. hermesauto (18 de fevereiro de 2020). «Cambodia PM Hun Sen defends Westerdam ship docking despite coronavirus diagnosis». The Straits Times (em inglês). Consultado em 18 de fevereiro de 2020