Abrir menu principal
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde Agosto de 2009). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

A Machava é uma área eminentemente residencial nos arredores noroeste do Maputo, capital de Moçambique. Administrativamente, é um posto administrativo do município da Matola, província de Maputo, incluindo os seguintes bairros: Infulene, Unidade A, Trevo, Patrice Lumumba, Machava Sede, São Damaso, Bunhiça, Tsalala, km-15, Mathlemele, Cobe, Matola Gare, e Singathela. [1]

Existe aí um estádio multiusos, com capacidade para 45 000 espectadores e utilizado sobretudo para partidas de futebol. Foi mandado construir pelo governo português e inaugurado em 30 de Junho de 1968, recebendo originalmente o nome de Estádio Salazar.[2] Depois da independência de Moçambique, em 1975, foi rebatizado como Estádio da Machava e é hoje propriedade do Clube Ferroviário de Maputo.[3]

A pouca distância do estádio, ergue-se a prisão da Machava, um grande complexo penitenciário construído em princípios da década de 1950.

Referências

  1. «Conheça o Posto Administrativo da Machava». Correio da Matola. 21 de abril de 2016. Consultado em 10 de outubro de 2017 
  2. «Estádio da Machava, A História Cronológica do Estádio da Machava». Clube ferroviário de Maputo. Consultado em 12 de outubro de 2017 
  3. «ESTÁDIO DA MACHAVA – "Xipalapala" de João de Sousa». Bigslam.pt. 25 de junho de 2015. Consultado em 12 de outubro de 2017